Neymar, Jesus, os crentes e o amor ao mundo

Por Renato Vargens

Ontem o Santos se sagrou tri-campeão paulista.

Na comemoração, Neymar um dos principais jogadores da Vila, colocou uma bandana na testa com os dizeres "100% Jesus". 

Pois é, logo depois da comemoração no campo o famoso jogador seguiu em direção a uma conhecida casa de shows. A folia, segundo o UOL, aconteceu em uma boate com lista fechada no centro da cidade de Santos. Segundo relato das convidadas, que costumavam sair para fumar, a festa tinha “dez garotas para cada homem”, a maioria trajando microssaias.

Ué? talvez você esteja perguntando: Neymar não é evangélico? Como é que ele pode  professar sua fé em Cristo e ao mesmo tempo ir pra boate curtir a noite com a mulherada?

O pastor da Igreja Batista Peniel, de São Vicente, Newton Glória Lobato afirmou numa entrevista em julho do ano passaque Neymar é dizimista e que  se senta nas últimas fileiras da igreja e que tem vergonha de dar o seu testemunho no microfone.

Caro leitor,  na minha perspectiva Neymar é o protótipo de boa parte dos evangélicos no Brasil. Na verdade, muitos dos que se autodenominam cristãos pensam que são crentes, sem contudo terem tido a experiência do novo nascimento.

Ora, é impossivel amar ao mesmo tempo Cristo e o mundo. Ou somos de Deus e vivemos pra Deus ou somos do mundo e vivemos pro mundo! O problema é que o evangelho pregado por alguns dos evangélicos, distorce a verdade da Cruz, dizendo pro homem que ele pode seguir a Cristo e ao mesmo tempo curtir os prazeres do mundo.

Prezado amigo, seguir a Jesus implica em mudança de vida, de atitudes e comportamento. Seguir a Jesus é muito mais do que cantar os hits gospel, seguir a Jesus é muito mais do que colocar bandanas na testa, seguir a Jesus significa negar os prazeres do pecado e viver integralmente para Deus.

Lamentavelmente a geração gospel vibra mais com bandanas, shows e salamaleques do que com àquele que por amor a Cristo abandona os prazeres do mundo.

Pense nisso,

Renato Vargens


20 comentários:

Eu realmente acho que o Neymar apesar de ir a essas festas ele ainda parecer ser uma pessoa de bom caráter, visto que é um jovem com menos de 20 anos, que parece estar no meio futebolístico desde criança e tem isso como seu sustento honesto, e tem em suas mãos toda essa visibilidade e poder financeiro pessoas em volta dele , jogos de interesses e outras coisas que não vale ressaltar. Ele ainda demonstra algum temor a Deus.Acho que se ele não teve o novo nascimento então devemos orar para que ele tenha essa experiêcia com Deus e use todo seu carisma e notoriedade pra levar o evangelho. Devemos observar essas coisas e orar ao invés de criticar o rapaz. Quem não tiver pecado que atire a primeira pedra nele, até mesmo como ele já recebeu e ainda recebe. Não sou a favor dessa dupla vida mas também não apoio julgamentos.

14 de maio de 2012 21:47 comment-delete

Excelente post.

Aliás, eu considero que esse termo "julgamento" é muito mau compreendido nos dias atuais. A passagem de Mt 7, quando Jesus diz para não julgar, tem sido abusada pelas pessoas que enxergam nela uma proibição de qualquer crítica a uma atitude pecaminosa, como no caso do Neymar.

Jesus condena julgamento hipócrita e injusto, não qualquer tipo de julgamento. Aliás, no mesmo capítulo 7 de Mateus, Jesus diz para não darmos o que é santo aos cães e aos porcos. Ora, como poderemos diferenciar entre os justos e os porcos/cães se não for julgando os frutos? Também pouco se fala que ele manda julgar em Lc 12.

A Igreja precisa saber julgar, para manter a pureza e a saúde do rebanho. Como poderia haver disciplina eclesiástica sem os julgamentos necessários.

Texto muito bom. Paz!

Petrônio

Anônimo
14 de maio de 2012 22:37 comment-delete

Parabens pr.Renato!
Queria só responder ao nosso irmão Ale Barbosa.
O bom caráter não quer dizer nada na vida cristã,porque acredito que tem pessoas com bom caráter indo para o inferno. O que vale no evangelho é apenas seguir as pisaduras do Mestre! Dizer que Jesus é amor,dizer que sou 100% de Jesus,dizer A ou B é muito bom,mas melhor que falar é PRATICAR a Palavra.Muito obrigado pastor.
Não quero tirar a sua autoridade,apenas um simples pronunciamento.
Que Deus abençoe!

15 de maio de 2012 00:31 comment-delete

Esse é o retrato do evangelho atual e mundano de nossos dias! Estamos caminhando, a passos largos, para permitirmos e aceitarmos como convertido qualquer pessoa, mesmo que não conheça Cristo! Ultimamente estou me perguntando se até torcer para times de futebol não é pecado, pois eles vivem completamente afastados de Cristo e dedicamos muito tempo de nossas vidas a aplaudir pessoas que não tem nenhum compromisso com Deus!

15 de maio de 2012 07:02 comment-delete

Que esse post venha a ser um canal de oração pela vida do rapaz, para que aconteça um verdadeiro encontro com Jesus e que os seus frutos verdeiramente confirmem a fé que ele professa com os lábios. Abraços e fiquem na Paz.
Lincoln Andrade

Anônimo
15 de maio de 2012 08:21 comment-delete

acho o seguinte: que o temos de fazer é pregar o evangelho e só...e quanto a comportamentos dos outros, que se dizendo crentes ou não fazem isso não nos diz respeito afinal cada um vai prestar contas a Deus, no entanto deixem o jovem se divertir, não ponham em questão salvação de ninguém isso não compete a nóis! e reflitam...TODOS NÓIS SOMOS SALVOS PELA GRAÇA!!....Pronto isso basta!

lima
15 de maio de 2012 08:57 comment-delete

Caro ir Lima.

Acho que o irmão está errado, visto que a palavra nos ensina a exorta-los:
Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
2 Timóteo 4:2

Devemos separar o mundo da igreja e não joga-lo dentro como se pudesse fazê-lo como amigo de DEUS.
Essa perversão mundana faz com que o mundo zombe da igreja e dos cristãos que não aceitam a deturpação do evangelho!

15 de maio de 2012 10:37 comment-delete

Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
2 Timóteo 4:2

15 de maio de 2012 10:39 comment-delete

Como pastor, me importo com a vida de cada membro da igreja. Às vezes, chego a perder o sono pensando naquele jovem que está perdendo a sua vida para as drogas ou para as baladas, ou naquela família cujos laços afetivos estão se soltando, ou naquele empresário que se orgulha de ser dizimista fiel mas que sonega impostos. Sempre que necessário, procuro encontrar o jeito certo de admoestar e de corrigir, com grandes doses de oração e amor.

Mas será que estou errado? Será que devo só pregar o evangelho e pronto? Será que devo deixar aquele jovem se perder nas drogas, aquele lar se destruir, e aquele empresário tornar-se cada dia mais corrupto, sem ajudá-los a sair do lamaçal de pecado? Será que o comportamento deles não me diz respeito, pois um dia vão prestar contas a Deus? Devo então deixá-los enfrentar o Justo Juiz sem alertá-los? Devo, afinal, acreditar ingenuamente que pessoas que explicitamente desprezam a graça de Deus estão vivendo debaixo da Sua graça? Não devo nem ao menos suspeitar ou cogitar a possibilidade de que estejam, na verdade, debaixo da Sua ira?

De fato, um bom número de crentes ainda não descobriu que a vida cristã se vive em família e não isoladamente (e é bem mais cômodo manter certa distância e não permitir que os irmãos interfiram em minha vida espiritual, assim fico em paz com meus pecados). Portanto, aos que concordam com a ideia de que "cada crente que cuide de si mesmo, pois a vida dos outros não te diz respeito", versão gospel do popular "cada um por si e Deus por todos", sempre é bom lembrar de João 7.24: "Não julgueis segundo a aparência, mas julgai segundo a reta justiça."

Um abraço.

15 de maio de 2012 11:52 comment-delete

Neymar personifica o "cristão não praticante" em nossos dias

15 de maio de 2012 14:34 comment-delete

É, belo retrato da Igreja Evangélica Brasileira!

O Pastorzão do Neymar sabe que sua "ovelha" está em pecado, mas não exorta e nem disciplina...

Sabe por quê ?

Porque é cômodo receber um dízimo alto assim !!!!

É... Discípulo vira membro, se é bom pagante, pode fazer o que quiser !

E é bem cômodo dizer: "ele sabe o que é certo e errado, a palavra está sendo pregada no púlpito semanalmente e aliás a salvação é individual" (dentre outros jargões!)

Anônimo
15 de maio de 2012 15:07 comment-delete

Infelizmente, muitos jovens "cristãos" de hoje estão seguindo este dito jogador que também se diz Cristão. Eles devem pensar: "Se Neymar pode e é cristão eu também, posso, porquê não?" e todos vão caminhando a passos largos para o inferno. Afinal, como vi uma ilustração há algum tempo atrás, não tem como ficar em cima do muro, pois "o muro" é do diabo. Temos que orar e exortar por todos estes que pensam assim.

Joel Melo
15 de maio de 2012 16:52 comment-delete

Achei interessante o comentário do segundo post, realmente esta havendo um equivoco muito grande nos dias de hoje quanto ao uso (ou mau uso) do termo "julgar", irmãos, denunciar o pecado não quer dizer que estamos condenando um individuo para o inferno, pelo contrario, é pela boa exortação que muitas almas podem ser arrebatadas do inferno.

Por acaso Deus, na sua mais que eterna misericórdia, não usaria, um irmão, uma pastor, um amigo, uma mula, qualquer ser vivo ou até mesmo inanimado para fazer isto? quando aceitamos a repreensão(estando certos ou errados) fazemos isto para a boa comunhão com o corpo de Cristo, para o crescimento na Fé e na Palavra mas, acima de Tudo, pelo AMOR. O próprio Neymar sendo um jovem, que por estar vivo e teoricamente ter muita vida pela frente, ainda pode ser transformado pelo Espírito Santo e dar grandes testemunhos do que Deus pode fazer em sua vida, mas, na condição de qualquer ser humano, liberto, curado e salvo, deve aceitar toda boa admoestação, pois é para o bem que elas são feitas(pelo menos devem ser), pois não é passando a mão na cabeça de quem peca que as vidas são arrebatadas no fogo, mas pela confrontação com a Verdade das Santas Escrituras, pois fazendo assim, não somente ele, mas muitos, estarão no caminho, árduo, difícil, atribulado, mas acima de tudo Abençoado, para o Céu.

e mais uma coisa: É o Poder da Palavra de Deus que confere Carisma aos seus servos, e não o "carisma" dos seus servos que conferem autoridade à Palavra.

Marcellocristao
15 de maio de 2012 20:44 comment-delete

A Palavra de Deus é confronto !!!! Sem santidade não veremos a Deus !!! Neymar, devido à sua exposição na mídia, representa, lamentavelmente ainda (creio que se bem discipulado mudará) uma enorme gama de "cristãos" que superlotam os templos evangélicos nos tempos atuais....Pastores e Ministros da palavra de Deus devem estar preocupados em gerar discípulos de Jesus e não membros para suas igrejas. Esta é o ordem de Jesus em Mateus 28:19...

Mauro
16 de maio de 2012 11:46 comment-delete

Irmãos, quero lhes contar uma coisa que me provoca lágrimas só de lembrar: por muitas vezes eu andei buscando o que a "vida" oferece e, tentando me encontrar, acabei me perdendo por caminhos tristes e sem a luz do Senhor quando chegaram as grandes provações, e tudo isso estando na igreja.
Depois de 10 anos eu percebi que minha vida cristã era muito imatura e superficial, eu estava distante da realidade da cruz e não sabia, irmãos, eu não sabia! E sem a ajuda que recebi, talvez não tivesse descoberto tão rápido a necessidade de mudar a direção dos meus passos.
Deus enviou pessoas que me amaram através de carinho, provisões materiais, atenção, mas principalmente aquelas que me amaram com palavras, e essas palavras foram de exortação, sim, literalmente aquele "puxão de orelha" que te faz pensar no que você se tornou e para onde está indo ou o que está fazendo de sua existência.
Hoje irmãos, está aqui uma pecadora reconciliada através da cruz, e sempre espero que Deus nunca deixe de me corrigir, nunca deixe de me lapidar e moldar, pois nunca mais eu quero estar perdida e longe d'Ele.
Se o tratamento for através de um irmão, não vejo problema, pois estamos todos em família.
Quem ama cuida como o Senhor: sem vanglorias, sem maledicências, com paciência, sendo otimista, e sem constrager o outro. Deus quer que nós nos amemos como Jesus, doando-nos uns aos outros em verdade no amor do Pai.
Se hoje eu posso entender melhor o Reino de Deus e a sua Justiça com clareza foi porque um dia alguém não desistiu de mim, houve um momento em que alguém cheio da Presença de Deus bateu aquela "varinha com azeite" na minhas costas e falou "Volta criança! O caminho é por ali."
Hoje eu descobri realmente o que é a VIDA!

Abraços irmãos, que a Graça e a Paz de Cristo Jesus nos invadam!

Michelle Castro.

Anônimo
16 de maio de 2012 11:48 comment-delete

E Neymar é crente? vcs tão de brincadeira né? já não se converte crente como antigamente!!!

Anônimo
16 de maio de 2012 14:41 comment-delete

Só existem dois tipos de pessoas neste mundo: os cristãos e os ímpios. Não existe isso que chamam de "cristão não praticante". Todo cristão inevitavelmente pratica a fé e não vive em pecado, independente do grau de maturidade espiritual do mesmo.

Com relação ao texto de Mateus 7, é evidente que ele se refere ao juízo temerário. Ou seja, aquele feito sem fundamento, sem conhecimento de causa, pré-conceituosamente. E o caso do post do Pr. Renato, certamente não entra nessa categoria, pois sua reflexão foi feita em cima de fatos - inclusive mencionados aqui - pensados a luz da genuína fé cristã.

O problema é que a mente egocêntrica, aquela que deseja ser vítima a qualquer custo, não sabe diferenciar juízo temerário de exortação. Para ela, tudo é julgamento sempre, e exortação é algo que simplesmente não existe. E isso também é Quixotismo Religioso.

Maykon

Anônimo
16 de maio de 2012 16:23 comment-delete

Vi algumas fotos como essa do Neynar com essa bandana,e minha reação creio que foi como a de muitos cristãos comprometidos com o Evangélho:ele é crente?!Pois é.Acredito que o Neymar 'conhece' a Palavra,quer dizer,alguém pode ter falado de Cristo pra ele.Mas essa bandana não prova nada!!Se provasse,qualquer pessoa que usa até uma camiseta com os dizeres "creio em Cristo" poderia ser considerado cristão!!!Não vamos nos iludir.Conversão genuína é aquela que renuncia o mundo e suas práticas!E oro ao SENHOR para que o Neymar,e muitos outros creia em Cristo para a remissão de seus pecados e cheguem ao conhecimento da verdade.Deus abençõe.

16 de maio de 2012 21:07 comment-delete

Neymar é um bom rapaz criado na igreja mas isso não garante que é um discípulo.

ser um bom caráter tambémnão diz muita coisa em relação ao compromisso cristão pois a maioria dos espiritas kardecistas são pessoas deexcelnte caráter e aí?

16 de maio de 2012 23:23 comment-delete

Suas mensagens são muito boas e vir a seu blog é uma benção.Dou-lhe os parabéns e continue nessa sua força trazendo a cada dia essas mensagens gratificantes de edificação, consolação e exortação. É este o alvo da nossa vida, incentivar a continuar a nossa caminhada pelas veredas da luz, com alegria falando das maravilhas do nosso Salvador. Que sua vida brilhe mais e mais a cada dia. Se desejar fazer parte de meus amigos virtuais é só clikar. Faça-o de forma a que possa seguir também seu blog. As minhas cordiais saúdações em Cristo Jesus.

17 de maio de 2012 12:29 comment-delete