quinta-feira, novembro 28, 2013

Uma palavra aos jovens calvinistas que tem zombado de arminianos e pentecostais nas Redes Sociais

Por Renato Vargens

A Internet pode ser uma bênção, disso não tenho a menor dúvida, todavia, confesso que me impressiona o número de jovens que foram contaminados pelo "vírus da arrogância." fazendo da web um instrumento de divisão eclesiástica.

Pois bem, a força desse vírus é letal, mesmo porque, ele tem a capacidade de adoecer o coração do homem, fazendo-o pensar que é maior e melhor do que muita gente. 

Nessa perspectiva tenho visto jovens desdenhando de pastores, líderes e missionários,  desprezando-os publicamente demonstrando com isso que acreditam ser melhores do que estes. Se não bastasse isso, muitos destes,  calvinistas de carterinha (sem contudo terem lido uma obra sequer de Calvino)  em nome de uma espiritualidade falsa ridicularizam homens de Deus pelo fato destes não professarem a mesma corrente teológica. Para nossa vergonha já testemunhei garotos zombando de pastores arminianos ou pentecostais.  Há pouco vi um menino ridicularizando o pastor Antônio Gilberto que com certeza é um dos maiores teólogos da Assembleia de Deus no Brasil.  

Particularmente confesso que fico assustado com a forma autoritária com que alguns jovens se dirigem  àqueles que pensam diferente nas Redes Sociais.  Outro dia soube de uma caso de um rapaz que afrontou desrespeitosamente um dos mais capazes e saudáveis pastores brasileiros numa rede social. Noutra ocasião testemunhei um adolescente seminarista chamando a atenção de forma áspera e desrespeitosa homens e mulheres com idades para serem seus pais simplesmente porque pensavam diferente daquilo que ele acreditava ser correto. Há pouco soube de outro adolescente com pouquíssimo tempo de conversão, que ao ler sobre um fato ocorrido em uma Igreja bem conhecida no Brasil, exigiu do pastor explicações. Isso mesmo, o menino escreveu para o pastor, um experiente líder brasileiro exigindo respostas.

Prezado leitor, acho maravilhoso com que  os jovens emitam suas opiniões. Eu vibro com isso! O meu coração se enche de alegria em observá-los servindo ao Senhor. Contudo, acho que alguns destes estão pisando na bola ao tratar desrespeitosamente àqueles que pensam diferente. 

A WEB está lotada de meninos que são bênçãos na mão do Senhor e louvo a Deus por isso, todavia, neste vasto mundo virtual também encontramos um número significativo de jovens que nunca fizeram nada positivamente, mesmo porque, nem idade para isso tem. Todavia, foram contaminados velo vírus da arrogância tornando-se assim "Profetinhas da Internet".

O meu amigo,  o pastor Juan de Paula com muita propriedade disse  que alguns desses profetas virtuais nunca foram para um campo missionário, nunca plantaram uma igreja, nunca expulsaram demônios, nunca tiveram rebanho, nem tampouco lideraram um grupo pequeno no lar com 5, 6 pessoas e querem ser mestres virtuais.

Complicado isso não é verdade?

Isto posto, gostaria de dar algumas sugestões àqueles que desejam eliminar de seus corações esse pernicioso vírus:

1-) Você pode ser Calvinista, mas, isso não te dá o direito de zombar e ridicularizar  Arminianos. 

2-) Você pode não concordar com algumas práticas pentecostais, mas isso não te dá o direito de afrontar desrespeitosamente santos homens de Deus que acreditam e defendem o pentecostalismo.

3-) Você pode discordar do pensamento, da teologia, e da fé dos seus irmãos, sem contudo, permitir com que a sua discordância redunde em ataques "ad-hominem".

4) Lembre-se que as Escrituras ensinam que "A soberba precede a ruína, e a altivez de espírito precede a queda" Pv.16:18

Pense nisso!

Renato Vargens
Suyene Carvalho disse...

Eita Pr. Renato, rs, foi na goela de muito menino calvinista, rs, e serve pra muito adulto também. Excelente texto, como sempre muito sensato e humilde, parabéns!!!

Rogerio Borre disse...

Pr. Renato, Parabéns pela clara exposição.

Existe ,de fato, muita soberba no meio cristão.

Acaba-se perdendo o foco. Que é Jesus! e todas lições de amor , mansidão , fé e humildade que Ele nos deixou.

Sandro Viana disse...

Parabéns Pr. Renato Vargens, pela clareza e também pela coragem. Suas palavras são de peso no meio dos evangélicos. Vem como uma exortação de um sábio pastor e não somente de um crítico teológico.

Zilton Alencar disse...

Sem palavras! Perfeito!

Vitor Germano Oliveira disse...

Pastor.Concordo com tudo, apenas quero ressalvar que existem muitos jovens que , apesar da pouca idade tem experiências concretas na obra de Deus, alguns até muito mais do que alguns pastores midiáticos bem mais velhos.
É óbvio que isso não dá o direito destes jovens serem desrespeitosos ou ofensivos com as outras pessoas, apesar disto nós devemos, pelo dever cristão, enfrentar os absurdos teológicos que andam propagando por aí de maneira firme e honesta.
Não falo do pentecostalismo clássico, nem do arminianismo ou calvinismo.Falo do Teísmo Aberto, Teologia da Prosperidade, Triunfalismo, misticismo e coisas deste gênero.
Feita a ressalva, excelente post pastor.Deus continue lhe usando poderosamente!

Rogerio Borre disse...

Parabéns pela clara exposição Pr. Renato.

De fato existe muita soberba no meu cristão.
Acaba-se perdendo o foco. Jesus,o cabeça da igreja, com todo seu exemplo de humildade, benevolência, amor, mansidão.
São muitos caminhos , denominações, culturas, costumes. Para os que estão debaixo da graça do nosso Senhor. Não percamos o Foco.

O Respeito tem que prevalecer.

HP disse...

Outro dia tive que refutar um jovem que armado com um texto belíssimo atacava um pastor por suas colocações.

O jovem escrevia bem, articulado e tudo, porém quando fui ver a biografia do jovem encontrei escrito que ele tem 21 anos de idade, convertido há 6 anos, com menos de 1 ano e meio de seminário, solteiro e noivo de uma jovenzinha.
Espera um pouco. Quanta experiência de Evangelho há aí? Quanta visita, sofrimento, escárnio, cuspida no rosto, calúnias, choro próprio e da família, fraldas de bebê trocadas, sofrimentos e angústias no casamento o tal jovem pregador já passou?

Paulo mesmo disse em 2 Coríntios 11:23-27: "São ministros de Cristo? (falo como fora de mim) EU AINDA MAIS: em trabalhos, muito mais; em açoites, mais do que eles; em prisões, muito mais; em perigo de morte, muitas vezes.Recebi dos judeus cinco quarentenas de açoites menos um.
Três vezes fui açoitado com varas, uma vez fui apedrejado, três vezes sofri naufrágio, uma noite e um dia passei no abismo;
Em viagens muitas vezes, em perigos de rios, em perigos de salteadores, em perigos dos da minha nação, em perigos dos gentios, em perigos na cidade, em perigos no deserto, em perigos no mar, em perigos entre os falsos irmãos;

Em trabalhos e fadiga, em vigílias muitas vezes, em fome e sede, em jejum muitas vezes, em frio e nudez.


Humildade é algo extremamente raro nos dias que vivemos...

Rodolfo Pires disse...

Paul Washer comenta sobre isso. O que não falta são "teólogos/filósofos/intelectuais" de internet, a maioria nunca evangelizou pro vizinho. :|

Wallace Sousa disse...

parabéns, pr. Renato, pelo texto.

conciliador sem deixar de sensato e nem passar a mão na cabeça de ninguém.

como já critiquei um outro texto seu que atacava [neo]pentecostais e que dava margem para generalizações, apontando essa lacuna, além de lembrar que não são todos os pentecostais que sublinham muitas das práticas e praticantes de manifestações estranhas, me senti no direito de vir aqui e louvar sua atitude e recomendar seu post, como legítimo pentecostal que sou, pq vi em seu texto uma dose de sensatez acima da média de alguns reformados/calvinistas que vejo dissociando a vida real da intelectual e agindo como se a cabeça deles fosse a régua que mede o mundo a sua volta, mas que é tão fechada que não serve de medida nem pra medir a distância entre o nariz e a boca, qdo esta está vomitando palavras fétidas oriundas de um cérebro cujas fraldas não foram trocadas.

gde abço e sucesso.

Wallace,
aquele chato pentecostal do blog Desafiando Limites... rs

Mayron César disse...

Sei bem quem é esse jovem, sei quem foi o Pastor atacado, mas nesse caso concordo com ele.

Manu Duailibi disse...

Sou calvinista e concordo com tudo que escreveu pastor. Falta é a prática na palavra, vivem na teoria e só sabem olhar os defeitos daqueles que mesmo na heresia cumprem seu papel como um verdadeiro cristão.

Uma dúvida, o senhor é calvinista?

Renato Vargens disse...

Manu,

Sou sim.

Abraços,

Renato Vargens

Manu Duailibi disse...

Sou calvinista e concordo com tudo que escreveu pastor. Falta é a prática na palavra, vivem na teoria e só sabem olhar os defeitos daqueles que mesmo na heresia cumprem seu papel como um verdadeiro cristão.

Uma dúvida, o senhor é calvinista?

Mayron César disse...

Só reiterando, não concordo com a postura do jovem, apenas compartilho da mesma opinião.

Antonio Silva disse...

Mano, concordo no geral com o que vc disse. Porém, os jovens ou adultos que "tem experiências concretas na obra de Deus" certamente não são arrogantes. Abraços.

Unknown disse...

Excelente texto! Se tem algo que aprendi, é que, na vida cristã, algo é indispensável: o amor, como Paulo ilustra em 1 Coríntios 13. Percebi que, apesar de todo o conhecimento teológico que estava adquirindo, meus colegas de célula demonstravam amor em tudo que faziam, o que obviamente é o oposto desses "jovens calvinistas" que tinham me encantado tanto. Me sentia (e sinto) mal sempre que leio (ou faço!) esse tipo de crítica sarcástica. Um dia pensei "ah, se toda essa doutrina que aprendi pudesse ser amor ao próximo!"
Realmente, alegam que isso é só "conteúdo humorístico", mas acho que já não é humor, só desrespeito e crítica.
Orare et labutare, mas "labutare" não é só criticar não, hehe! Leitura, aprendizado e, principalmente amor, que é a marca do cristão!

Rodolfo Capler disse...

Parabéns! Texto útil para todos. Um verdadeiro serviço ao evangelho. O evangelho une os filhos de Deus ao invés de separá-los!

brunoss1906 disse...

Muito bom o artigo.
Todavia, não podemos esquecer que com o advento do movimento pentecostal surgiram diversas pseudo-igrejas com ensinos diferentes dos expostos na Bíblia. Eles que iniciaram o movimento de divisão. A própria Assembleia é prova disso, que hoje também se encontra dividida. É comum ver a maioria dos pentecostais se acharem superior às outras pessoas só porque ficam rodopiando ou caindo na hora do "culto". Se já não bastasse isso, o movimento pentecostal gerou ainda as instituições neo-pentecostais. O resultado disso todos nós conhecemos: Pessoas que se dizem cristãs, sem entender o real significado disso. Isso ocorre porque o "evangelho" pregado por essas correntes é, sem dúvida, mais atrativo, é um evangelho fácil e que não condiz com os ensinos bíblicos. O humanismo presente em músicas e nas próprias pregações são prova disso. Em instituições pentecostais e neo-pentecostais encontramos absurdos sendo transmitidos como verdades bíblicas e, infelizmente, a maioria das pessoas frequenta esses "templos". Não obstante, encontramos poucas Igrejas pregando a palavra de Deus, sendo que essas não estão sendo tão frequentadas.
Não podemos esquecer também que o "pessoal do fogo" ataca frequentemente os tradicionais. Os argumentos ad-hominem são a saída dessa galerinha que sempre diz a mesma coisa, a velha conversinha que os tradicionais são "frios" e que não tem o Espírito Santo, o que é um sinal claro da falta de entendimento bíblico desse grupo. Nunca vi ninguém humilhar um pentecostal na internet, mas vejo muitos bombardeios vindos do outro lado não só na internet, mas no dia a dia.
O arminianismo dispensa comentários...
Concluindo, esses ataques devem ser tratados com uma boa discussão bíblica. Não podemos ter diferenças de ensinos já que só existe uma Bíblia e que essa não dá margem à outras interpretações. Então, obviamente os dois lados se atacando não resultam em nada.

Antonio Silva disse...

Caro mano, amigo e pastor.

Concordo com tudo o que disse, aqui e no facebook.

Acrescento que esta "síndrome de lúcifer" não está só nos arraiais juvenis calvinistas! Está em todos os arraiais evangélicos, cristãos e góspeis. Vamos ver:

- No meio pentecostal, o que mais tem é menino tentando dar aula para gente experiente, espelhados no nefasto Congresso de Gideões --> para mim, aquilo é uma fábrica de vaidosos(e heréticos) em série.
- Na própria igreja(na maioria), a relativização no relacionamento com as autoridades eclesiásticas sucumbe, porque os pseudo-teólogos-leitores-de-blogs-sem-fundamento falam (e querem discutir, impor suas ideias - que nem suas são!) com quem estudou formalmente durante 4 anos, e autodidaticamente durante 20 anos ou mais.
- Na internet, a coisa se potencializa, porque a impressão que tais tem é de que todo mundo é igual! Não há autoridade eclesiástica, não há respeito aos mais experientes, não há respeito ao próximo. Vemos isso (já conversamos sobre isso, nós dois!) todos os dias, na forma como te chamam de apóstata por dizer que o Rio de Janeiro tem São Sebastião no nome..r.srsrs
- Fechando, eu diria (e isso dá tema de um post!!!) que estes tais "teólogos de internet", calvinistas que nunca leram Calvino, mas que leram um parágrafo num blog sem noção, como se fosse um erudito. Só que não é, e, além de tudo, é somente virtual.
Chamo esses tais de BLACK BLOC góspeis. O negócio é impor. E, se não concordarem com que falam, então é anarquizar!!! rsrsr...

Abraços mano!

Rodrigo Rosa disse...

"Letters to a Young Calvinist" um excelente livro de James K. A. Smith que é sobre essa arrogância reformada. Recomendado.

Eneziel disse...

Um texto oportuno. Porém, a meu ver, a arrogância não é "privilégio" de "jovens calvinistas". A impressão que tive é que o autor partiu de casos bem particulares, mas acabou generalizando. Contudo, é uma advertência pertinente a todos nós, jovens ou velhos, calvinistas ou não.

Yago Martins disse...

Olá, HP.

Sou o jovem a quem você se refere. Primeiro, quero deixar claro uma coisa simples: o pastor Renato certamente concordaria em gênero, número e grau com tudo o que eu disse a respeito do Caio Fábio. O Caio não é um pastor mais velho que deve ser tratado com respeito e repreendido como a um pai, como é indicado por Paulo. Ele é um herege que está levando muitas vidas brasileiros ao inferno. Ele representa o que há de mais podre no evangelicalismo nacional. Usar uma linguagem branda com homens deste tipo desonraria ao Senhor, que nos ensinou quando ser mansos e quando sermos duros.

Em segundo lugar, minhas experiências pessoais com Deus não são de interesse público. Errado seria eu expor tudo o que tenho vivido com o Senhor para, de alguma forma, conseguir aprovação de quem me acompanha apenas virtualmente. Os quatro anos que tenho vivido em intensa dedicação aos evangelismo em campo missionário urbano, pregando em escolas de todo o nordeste, têm gerado experiências de Evangelho que você nunca saberá quais são. Deus, meus amigos, minha família e minha igreja sabem. Não há porque ostentar qualquer coisa a fim de acalmar os ânimos de quem eu nem conheço.

Por fim, você peca contra Deus quando despreza minha mocidade. Paulo acreditava que um moço poderia ser padrão dos fiéis na palavra, no procedimento, no amor, na fé e na pureza, mas você acredita que o jovem, por ser jovem, tem uma cosmovisão turva. Se tenho, mostre pelos erros no meu proceder e argumentação, e não no simples fato de eu ser jovem. O que me entristece é que você me xinga por ser jovem (o que é tão pecaminoso quanto xingar alguém por ser velho) unicamente porque não tem outra coisa para me acusar ante minha crítica ao Caio Fábio. Como minha idade é o único ponto que você consegue bater, então é aí que você se concentra. Uma pena. Confesso que ri com seu "refutar": atacar a idade de alguém só funciona como refutação no mundo caiofabiano mesmo.

Só gastei meu tempo respondendo isto porque você está me acusando para um pastor amigo meu, então acho que alguma explicação seria válida.

Grande abraço e boas experiência de Evangelho. Espero esbarrar com você por aí em campo missionário.

João Paulo M. de Souza disse...

Parabéns, pastor Renato!

Sua postura é brilhante! Digna de um servo de Deus que, acima de tudo, busca o crescimento do Reino, e não fica perdendo tempo com questões secundárias. Quem perde tempo em depreciar seus irmãos em Cristo demonstra, no mínimo, imaturidade espiritual, e até agora não compreendeu o sentido do sacrifício vicário de Jesus.

Abraço,

www.joaopaulomsouza.blogspot.com.br

comilança disse...

O Calvinista acredita que Deus escolheu um grupo de pessoas e que as restantes vão para o Inferno.Sendo um bom cristão, trabalhando muito, seguindo sempre todos os princípios bíblicos, o Calvinista prova a si mesmo que foi um escolhido, pelo seu sucesso como cristão. Não é a sua própria ação, mas de Deus, pois se Deus trabalha por ele, ele conclui que foi um dos eleitos. ISSO QUE E SER CALVINISTA????

Salomão F. Alves disse...

Como é lamentável a falta de compreensão quanto a prática do viver conforme a Palavra de Deus. O comportamento do cristão, alguém que foi salvo pela graça (favor imerecido), deve ser moldado pela Palavra de Deus. Nesse sentido, não cabe a arrogância, tratando outras pessoas com desprezo e desdém. Mesmo quando a outra pessoa despreza, consciente ou inconscientemente, a doutrina bíblica.Caso dos arminianos e pentecostais. A verdade deve ser dita em amor, nunca com arrogância, e sempre buscando o crescimento do nosso próximo na graça e conhecimento de Cristo Jesus. Mas outro comportamento deve ser observado e também corrigido, por amor e bem do nosso próximo. É quando alguns cristãos querem ser mais sábios do que a Palavra de Deus, aceitando como irmãos aqueles que, consciente ou inconscientemente, abraçam heresias, como arminianismo e pentecostalismo (nas suas mais variadas nuances). Humildade, conforme Deus nos manda em Sua Palavra é o que precisamos para vivermos felizes e em paz com Ele e com o nosso próximo.

giucaiana pib disse...

Vale pra calvinistas, cessacionistas, arminianos, pentecostais, etc! Muito bom

Servos do Reino disse...

Eu concordo com tudo que o senhor falou, mas devo te alerta que esse texto também serve para o senhor quando fala da Igreja Universal. O Senhor não conhece nada e fica falando como se fosse esses calvinistas que sito.

Ivonaldo Rodrigues disse...

MUITO BOM POST PASTOR..MAIS QUAL A SUA OPINIÃO CONCRETA.. QUAL LINHA DE PENSAMENTO VOCÊ SEGUI... NÃO CONCORDO COM ESSE JOVEM OU ADULTO.. QUE NÃO TEM A HUMILDADE.. QUERENDO SABER MAIS. MAIS NÓS TEMOS QUE SABER QUE NÓS NÃO SOMOS ABRIGADO A ACEITA ESSE PASTORES DESTORCE A BÍBLIA.. E FICA POR ISSO. JESUS TE ABENÇOE PASTOR.

Jónatas Lopes disse...

Bem respondido Yago.

Renato Vargens disse...

Servos do Reino,

A IURD não é uma Igreja Evangélica e Protestante. Ela é uma seita e que ensina um falso evangelho. Ela não se encaixa no perfil deste post.

Em Cristo,

Pr. Renato Vargens

Renato Vargens disse...

Ivonaldo,

Paz!

Minha teologia é reformada. Quanto aquilo que penso, vc poderá descobrir lendo esse blog.

Em Cristo,

Renato Vargens

HP disse...

Yago,

Primeiramente, tomei cuidado em não colocar teu nome aqui e apenas citar o que comentei no teu próprio blog. Aqui citei apenas a referência a pouca experiência em tempo, pois este é o assunto deste post.

Você se engana ao pensar que "ser jovem é o único ponto que te critico". Se você voltar no teu blog, verá que este foi o último ponto da minha crítica, mas me concentrei na TUA FORMA DE FALAR.

Te reproduzo meu comentário, para te lembrar do que te critiquei:

"Confesso que o texto de Yago me chocou pelos termos como “Caio Fábio tem arrebanhado para A SUA RELIGIÃO muitos seguidores”, “Caio Fábio e SEUS PUPILOS não conseguem perceber...”, “Homens como Caio Fábio e SUA CORJA...”, terminando com “Ler ou ouvir um sermão de Caio Fábio é ouvir o que o inimigo tem a dizer”.

Caio Fábio para mim é um pecador igualzinho a mim, portanto, apesar de ter sido abençoado por Deus através das pregações por ele pregadas, Caio Fábio não é meu guru e muito menos ídolo, mas é meu irmão em Cristo, e disso eu não abro mão.
Agora sobre o texto do Yago Martins, confesso que vi muita destreza em citar trechos bíblicos, citações de vários teólogos e escritores, porém, infelizmente vi muito espírito de fariseus, ao debochar, faltar com amor, acusar e até, no final, afirmar que Caio Fábio é porta-voz do diabo.

Sei que a biografia do Caio Fábio sempre acaba sendo lembrada quando ele prega o Evangelho. Nos comentários no blog do Yago Martins, houve leitores que lembraram que o “Caio caiu no adultério”. Outros mencionaram os problemas com o “Dossie” que o Caio enfrentou. Certo, mas eu pergunto: “Quem não peca?”, O Caio sofreu um escrutínio em praca pública pelo seu pecado, mas quantos de nós vivemos escondendo pecados tão mortíferos quanto os que acometeram o Caio? E o pior, o Caio se arrependeu deles e os abandonou. E nós temos feito o mesmo com os nossos pecados?"

.
.
Diante disto, ser jovem nao é critica. Ser debochado, acusar, faltar com o amor entre outras coisas sim são críticas que te fiz. Seja jovem ou velho.

Apenas tomei teu exemplo, pelo contexto deste post publicado pelo teu amigo, pastor Renato Vargens.

Enfim, que Deus possa te ajudar a entender o que quis te passar naquilo que dirigi a tua pessoa. E, lembrando o fiz diretamente em teu blog. Aqui apenas citei um fato, guardando teu nome de aparecer.

Outro abraço e mesmos votos de boas experiências no Evangelho. Se um dia vir para a arrasada Europa cristã, nos esbarraremos.




Renato Vargens disse...

HP,

O Caio não é foco dessa postagem. Sobre ele eu tenho a minha opinião formada e como já disse penso que há muito ele deixou de ser um dos nossos. Isto posto, não aprovarei mais comentários sobre a vida, ministério do Caio, ok? Quanto a sua divergência com o Yago, resolva particularmente com ele fora desse espaço.

A proposta deste post foi refletir sobre a forma com que muitos tem tratado os que deles divergem. Somente isso.

Um grande abraço,

Pr. Renato Vargens

HP disse...

Renato,

Agradeço pela tua resposta, mas gostaria de lembrar que não me referi ao Caio em minha postagem original. Quem o citou foi o Yago, no comentário que o senhor próprio aprovou.

Minha suposta divergência com o Yago foi explicada e nada tenho a acrescentar.

Um grande abraço e obrigado pela oportunidade na resposta.

Na paz que Cristo nos deu.
HP

iannley brandao da silva disse...

Parabéns pelo post Pr. Renato Vargens!!!

Thiago Ellias disse...

Sou pentecostal e conheço alguns jovens calvinistas nas Redes sociais, muitos são arrogantes e soberbos nem saíram da frauda e querem dar aula, querem denegrir os outros pra mostram que estão certos. Excelente post que fica a dica pra eles, lembrando que nosso alvo é Cristo.

Leonardo disse...

Muito bom texto Pr. Renato Vargens. Só não entendi bem a citação do pastor Juan de Paula "alguns desses profetas virtuais nunca foram para um campo missionário, nunca plantaram uma igreja, nunca expulsaram demônios, nunca tiveram rebanho, nem tampouco lideraram um grupo pequeno no lar com 5, 6 pessoas e querem ser mestres virtuais." A prática do estudo intelectual da Palavra no meu entender também é uma obra concreta no Reino de Deus. É importante que existam pessoas que saibam discernir se os discursos apresentados são de fato coerentes com a Palavra. No meu modo de entender, se estiver errado me perdoe, a frase supracitada é deveras pragmatista. Alguém que atue na área do estudo não necessariamente precisa ir para o campo, liderar grupos pequenos ou expulsar demônios. Estudar também exige esforço e dedicação. E a esfera intelectual é uma esfera legítima de se atuar, sobretudo numa sociedade que é regida pelo conhecimento.
Um grande abraço, Deus te abençoe!

Renato Vargens disse...

Leonardo,

Conhecimento que não reverbera em ações práticas não passa de academicismo. Ortodoxia anda de braços dados com ortopraxia. Ao contrário do que sugeriu isso não pragmatismo, é bem mais do que isso.

Abraços,

Renato Vargens

Athos Lima disse...

Concordo com você partes remotas.
Na questão dos arminianos eu fico até calado, temos que ensinar os ensinar a teologia sadia, mas os pentecostais e os neo-pentecostais tem que dizer mesmo, pois depois no dia do juízo Deus vai nos responsabilizar sobre as vidas dessas pessoas que foram para perdição eterna. As vezes há sim alguns excessos, mas muitas vezes o verdadeiro evangelho é tão forte e penetrante, que muitas pessoas que se dizem "importantes na obra de Deus" recebem esse evangelho e são impactados e constrangidos de tal forma que julgam falta de respeito um homem naquela posição escultar tamanha afronta, tamanha petulância. Mas é aquilo "desrespeitar" e salvar aquela alma ou "respeitar" e ver aquela alma indo para fogo consumidor? Prefiro "desrespeitar" e salvar meu irmão.

Pr Jeverson Nascimento disse...

PENTECOSTAIS,CALVINISTAS, ARMINIANOS ,TODOS MERECEM RESPEITO .

Servos do Reino disse...

Pastor o senhor precisa conhecer mais a Igreja Universal e suas doutrinas, uma coisa é ler algo outra coisa é conhecer de perto o trabalho. Uma seita é capaz de levar uma pessoa ao evangelho puro e simples ? O Espirito Santo agiria em uma seita ? Como um membro de uma seita pode produzir FRUTOS que só o Espirito Santo é capaz de fazer ? Em uma seita é normal um traficante assassino ser transformado em uma nova criatura cheia de amor e paz pela Graça que existe em Cristo Jesus ? Uma seita seria capaz de ajudar mendigos, prostitutas, pessoas deprimidas, viciados etc ? Uma seita pagaria carro para levar um desconhecido para Igreja de graça para uma reunião onde o foco é a SALVAÇÃO ? Uma seita distribui comida e ajuda o próximo ? Uma seita deixa os membros a vontade para buscar conhecimentos nos heróis da Fe do passado como Lutero, George Whitefield, John Wesley, Jonathan Edwards, Smith Wigglesworth etc ? Uma seita preza pela disciplina ? Uma seita preza o caráter moral e ético de seus líderes ? Uma seite ensina o povo a pensar ? Um líder de uma seita falaria abertamente que os membros de sua igreja tem TODO o direito de concorda ou discorda de suas palavras, pois reconhece que não é perfeito ? Uma seita batiza alguém em nome do pai, filho e Espirito Santo ? Uma seita ensina que temos que dar bom testemunho fora da Igreja através de um bom caráter ? Uma seite acredita que, Há um só Deus, Vivo, Verdadeiro e Eterno, de infinito poder e sabedoria. O Criador e Conservador de todas as coisas visíveis e invisíveis, que, na unidade de Sua divindade, majestade, poder e mistério, subsiste em três Pessoas distintas, de existência eterna, iguais em santidade, poder e majestade. A saber: o Pai, o Filho e o Espírito Santo ? Uma seite ensina que o Deus-Pai foi o primeiro a Se manifestar ao homem, desde Adão até o nascimento do Senhor Jesus Cristo, para lhe trazer a Lei e os Mandamentos ?

Servos do Reino disse...

Uma seita ensina que os dízimos e as ofertas são tão sagrados e tão santos quanto a Palavra de Deus. Os dízimos significam fidelidade, e as ofertas, o amor do servo para com o Senhor. Não se pode dissociar os dízimos e as ofertas, o amor do servo para com o Senhor Jesus, uma vez que eles significam, na verdade, o sangue daqueles que foram salvos em favor daqueles que precisam ser salvos. ? Uma seita ensina que A Igreja visível do Senhor Jesus é a reunião de todos os cristãos fiéis, unidos uns aos outros na fé e na comunhão do Evangelho, observando os mandamentos do Senhor, governados pelo Seu Espírito, pela Sua palavra e pelo Seu nome. ? Uma seita ensina que O Senhor Jesus Cristo concedeu autoridade espiritual aos Seus seguidores, não somente para curar os enfermos e expulsar os demônios, mas, sobretudo, para levar a Sua Palavra, com poder do Espírito Santo, a todo o mundo e fazer discípulos. ? Uma seita ensina que Todos os cristãos têm o direito à vida abundante, conforme as Palavras do Senhor Jesus: "...eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância." (João 10.10) ? Uma seita ensina que Todos os cristãos devem desejar a volta do Senhor Jesus o mais breve possível. A Sua vinda será pessoal e inesperada, significando que todos os cristãos devem sempre estar preparados para recebê-Lo nas nuvens, conforme está escrito em Mateus 24.30 e Apocalipse 1.17. ? Uma seita ensina que O objetivo final de um relacionamento permanente com o Senhor Jesus pela fé é a vida eterna, a qual Ele prometeu a todos os que perseveram até o fim. "Quanto, porém, aos covardes, aos incrédulos, aos abomináveis, aos assassinos, aos impuros, aos feiticeiros, aos idólatras e a todos os mentirosos, a parte que lhes cabe será no lago que arde com fogo e enxofre, a saber, a segunda morte." ( Apocalipse 21.8) ?

Roberto Pereira disse...

Exato Antonio! Corretíssimo.

Silvio disse...

Arminianos e pentecostais são hereges?
"abraçam heresias, como arminianismo e pentecostalismo"

Servos do Reino disse...

Pastor Renato eu sei que a Igreja Universal tem muito que amadurecer ainda, principalmente no campo teológico. Mas me fala quantos de nós não precisamos amadurecer ? Quantas Igrejas não erraram para poder acerta ? Por acaso somos perfeitos ? Todos nós necessitamos da GRAÇA e misericórdia de Deus TODOS os dias, pois sem ela estaríamos perdidos sem FÉ e sem SALVAÇÃO. A Igreja Universal é uma Igreja levantada por Deus sim e tem muita gente SALVA e transformada pela Graça do Senhor Jesus Cristo. O Problema é que muitos teólogos acham que a Igreja Universal, Mundial, Internacional etc... É Tudo a mesma coisa. E não é. Quer conhecer algo, busque a fundo e não pela superficial ide e pelo disse me disse, pois se fomos condenar os outros pela superficialidade vamos condenar TODOS os Cristãos durante o século pois quantos não tiveram erros. Calvino e Lutero bebiam, Chesterton e Spurgeon fumavam, C. SLewis e Pr. Karl Barth também e nem por isso eu os desmereço por serem de Deus, pois eles tinham frutos do Espirito Santo em seu caráter e em suas vidas. A Caminhada Cristã é um aprendizado e uma constante mudança, o próprio bispo Macedo falo isso a alguns dias atrás, ele disse que muita coisa que ele pregava no inicio da Fé hoje em dia não prega mais e que muitas coisas ainda vão mudar. O Cara é ser humano, a Igreja instituição é humana. Então pastor, analise tudo que falei e tire suas próprias conclusões e como eu disse tome cuidado para que o senhor não se torne como esses jovens calvinistas.

Silvio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Salomão F. Alves disse...

Arminianismo e pentecostalismo fogem da ortodoxia bíblica sim. O arminianismo apresenta um outro evangelho e desfigura o ensino sobre Deus e Seu filho unigênito, Jesus Cristo. O pentecostalismo apresenta o Espírito Santo diferente do ensino bíblico. Em resumo, são heresias por serem contrários ao ensino bíblico. Agora, muitos que estão nas igrejas, se enquadram nas categorias de arminianos ou pentecostais, ou nas duas categorias ao mesmo tempo, inconscientemente, por ignorância, por não terem estudado com mais atenção a doutrina sobre Deus e Sua salvação eterna em Cristo Jesus. Não esquecendo que uma multidão de evangélicos nascem, ou estão imersos num contesto majoritariamente arminiano e pentecostal. Importante frisar também, que essa multidão é arminiana até mesmo sem saber nada sobre Armínio e arminianismo.

Renato Vargens disse...

Preciso de paciência! Muita paciência!

Meu amigo, eu sou reformado e creio nas doutrinas da graça e afirmo com toda convicção da minha alma que existem santos homens de Deus que são arminianos e pentecostais, portanto se deseja discordar teologicamente vc tem todo direito de fazê-lo, mas o faça com respeito.

É o que penso, é o que peço!

Pr. Renato Vargens

Renato Vargens disse...

Uma nota IMPORTANTE:

Esse texto também vale para arminianos que agem da mesma maneira afrontando desrespeitosamente Calvinistas.

Renato Vargens

Luis Ribeiro disse...

Sou pentecostal e juro que fiquei com vontade de rebater alguns dos pontos citados. Não farei isso!!!
Te convido apenas a orar e que nessa oração possamos pedir a Deus que as nossas "diferenças" não tragam prejuízos ao Reino.
Possamos levar o Evangelho pra quem ainda não o conhece. Quer seja dentro ou fora da igreja, como instituição.
Deus continue nos abençoando...

soldadovalente disse...

a verdade absoluta só quem tem é cristo,o resto é resto.

Suyene Carvalho disse...

Muito bem Yago, bela resposta: elegante e inteligente. Deus te abençoe, te acompanho há um ano, sou bem mais velha que vc e sei o quanto os seus videos têm me edificado. Continue assim, você é um exemplo para os jovens!!!

Leeh Misaki disse...

ótimo ! algo que já venho lutando contra a um tempo atrás, em grupos pequenos onde haviam constantes perseguições com arminianos, eu mesmo crendo na doutrina calvinista não vejo motivos pra ficar ditando meus pensamentos pro mundo todo. Posso sim, dizer o que creio de acordo com aquilo que o E.S falou comigo, mais isso com amor e sabedoria para com o proximo.
é bem triste ver irmãos em Cristo sendo divididos assim.. Tem gente que se deixar pode até cuspir na cara de um arminiano, isso é preocupante.

Mas adverto aqui, defenda sempre a verdade, mesmo que isso resulte em julgamentos, mais jamais se sinta melhor que outros por saber algo que talvez o seu irmão não saiba.

Parabéns pelo post.

Leeh Misaki disse...

Concordo.. verdade!

brunoss1906 disse...

Totalmente errado!!! Não tem o que orar quando a Bíblia está aí para corrigir. É sentar e estudar bastante a Bíblia, com a qual Deus falará com você.
Onde fica o culto racional nas reuniões pentecostais? Que ambiente eles podem oferecer com sua base doutrinária "capenga" para novos convertidos? O que esses aprendem com o passar do tempo nessas instituições?
Não há dúvidas quanto a teatralidade de muitas reuniões pentecostais. Conheço vários exemplos de amigos e amigas e casos que eu mesmo presenciei. É uma atitude de status você "falar em línguas estranhas", "marchar", dentre outras coisas. E quando muitos não entram nesse clima, são taxados de serem "frios". Já ouvi muito a expressão "aprisionar o Espírito Santo", como se tivesse como resistir ao mesmo.
A maior prova da presença do Espírito Santo é o arrependimento, não é nenhuma tentativa de falar palavras aleatórias, nem tratar o culto como um circo ou um "terreiro".
Convido-te para estudar também a história da Igreja Primitiva e a resgatar a tradição. Eu imagino a reação de Jesus ao presenciar as maluquices pentecostais. Será que Ele aprovaria?

André Peixoto disse...

Não sou calvinista, arminiano, wesleyano, anglicano e nem luterano. Sou só cristão, mas concordo com tudo. Parabéns!

Ricardo Figueiredo disse...

Estou completamente de acordo, Pastor, com o seu alerta e posição.
Há mais de 12 anos sou membro de igreja reformada calvinista e abraço sua doutrina com convicção. No entanto, converti-me em uma comunidade cristã pentecostal e arminiana, mas com "pitadas calvinistas", há cerca de 46 anos. Ainda hoje tenho muitos irmãos queridos nesse meio, que testemunham do evangelho como pedras vivas. Que todos nós, calvinistas, possamos igualmente testemunhar, mantendo firme nossas convicções teológicas e sobretudo crescendo no Amor, pela ação do Espírito de Deus, seguindo os conselhos das benditas Escrituras. Que Deus nos conduza com sua Graça imerecidamente revelada em nós, por Cristo, o Senhor, para a Glória de Deus Pai.

Sandro disse...

Caríssimo, não se ofenda, mas estes jovens estão agindo exatamente iguais aos seus pastores. Conheço diversos pastores da IPB, por exemplo, onde a arrogância e o ar pseudo-professoral são uma constante quando falam de outras correntes, lamentável.

JPCS disse...

Apesar de "pegar o bonde andando", devo assumir que gostei muito da sua resposta Yago. Como disse a Suyene, "elegante e inteligente". E é isso mesmo...verdadeiros cristãos não devem se calar apenas porque intelectuais, teólogos, pregadores e outros tantos acham e acreditam que "jovem, moços, adultos ou idosos" devam respeitar, ou melhor, se omitir diante desse pseudoevangelho que está sendo pregado no Brasil e porque não dizer no mundo. Não se trata de criticar alguém porque ela diverge pura e simplesmente da sua ideologia, de sua crença, de seu modo de pensar, mas sim, de criticar pelo que esse alguém transmite de forma errônea e contrária aos ensinamentos de Jesus. Parece que está virando regra a não possibilidade de se criticar aqueles que, dentro do mundo evangélico, distorcem a mensagem da bíblia. Podemos criticar e discordar de católicos, de umbandistas, espíritas, candomblezeiros, etc, mas de evangélicos...não...evangélicos são evangélicos, não importa o que eles façam. E é isso que está errado...se ele comete desvios, deve sim ser criticado, independente de sua colocação dentro do mundo evangélico, independente de sua rede de conhecimento, da sua capacidade intelectual...nada disso é motivo para que se cale a boca e não critique tais atitudes. Parabéns pela crítica e continue com ela desde que seja fundamentada e contribua para a melhoria do mundo cristão.

Pablo Martinez disse...

Assino embaixo e ainda reconheço firma em cartório, pois penso da mesma forma, inclusive andei exortando alguns deles via facebook e fui muito mal recebido, fui vitima de ataques pessoais e se quer tiveram respeito por um homem de Deus.

francis daluz disse...

Acho que não precisa ser teólogo para criticar da bíblia e de vários pastores existentes nas igreja pentecostais ou não. Engraçado ninguém criticar Gandhi, Madre Teresa de Calcutá, entre outros. Não conheço pastor nenhum que acredita no deus que a bíblia descreve ou no seu filho Jesus Cristo, verdadeiro plágio de Manu e várias outras mitologias. É muito fácil usar deus para oprimir, dar falsas esperanças à pessoas que não tem tanta esperança e nem dinheiro.

Hudson Agudelo disse...

Otimas palavras Pastor...

Gosto muito de suas postagens e elas tem me edificado muito, tanto as postagens como as discussões desenvolvidas.

Que Deus continue te dando sabedoria, pra que eu possa absorver um pouco tambem hahaha ;)

Em Cristo,
Hudson Agudelo

Bruno Ávila disse...

Muito boa colocação! eu iria me expressar aqui, mas vc falou tudo oq eu penso!

Edione Costa disse...

Isso ai que tá no link eu não gostei. A pessoa parece que escreveu com ódio!
http://internautascristaos.blogspot.com.br/2011/02/serie-fuja-do-pentecostalismo-indice.html

Edione Costa disse...

Não gostei da forma que a pessoa escreveu. Parece que o autor escreveu com ódio.
http://internautascristaos.blogspot.com.br/2011/02/serie-fuja-do-pentecostalismo-indice.html

Boys and Girls(BRASIL) disse...

'-' Cobrar pra pregar a palavra pode ? E deve sim exigir respostas dos pastores , se o pastor não poder responder quem vai ? ' eu quase ri quando li ''um experiente líder brasileiro''. Nuuunca vou aceitar tudo que vejo nos templos, não acho que quem erra é pior que eu , todos erramos eu assumo meus erros , Ainda bem que Deus é amor e tem misericórdia de todos nos.To nem ai pra Calvinismo , arminianismo e outros ismos , eu quero saber é de Jesus e da sua Palavra ,Ele quem morreu por min , Ele quem me ama e me ensina oque eu preciso saber . Sou um lixo e ele ainda me ama , cometo erros e Ele não me deixa , Jesus

Caio Vaz disse...

Fiquei assustado com alguns comentários...
Sou pentecostal e não é por isso que deixo de ler a bíblia e aprender sempre...
Alias, falar em "Línguas estranhas" ou "Reteté" não me faz mais leigo na Palavra
Deus tem sua multi-forme graça de agir... quer ser Reformado ótimo, mas não me trate com indiferença.
"Ora, quanto ao que está enfermo na fé, recebei-o, não em contendas sobre dúvidas.
Porque um crê que de tudo se pode comer, e outro, que é fraco, come legumes.
O que come não despreze o que não come; e o que não come, não julgue o que come; porque Deus o recebeu por seu.
Quem és tu, que julgas o servo alheio? Para seu próprio senhor ele está em pé ou cai. Mas estará firme, porque poderoso é Deus para o firmar.

Romanos 14:1-4"

"Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.
Hebreus 10:25"

Reformando-se disse...

Bom, Quero expressar aqui minha opinião sobre o assunto, afinal sou uma jovem Calvinista, e nada melhor do que um jovem para refutar esse assunto: É percebível que o numero de reformados tem aumentado, e converso todos os dias com muitos jovens nessa internet... e o que entristece é ver que esses jovens ainda permanecem em um ministério arminiano, eles, são perseguidos esmagados expostos e totalmente ridicularizados lá dentro, a maioria dão as costas para eles e são tachados o tempo todo como hereges e mal influência. É preciso pensar direitinho a esse respeito. Esse texto do Renato seria perfeito se ele não apontasse somente para os calvinistas, pois os exemplos que vejo aponta muito mais para os pelagianos do que para calvinistas.... a única saída para esses novos reformados é a internet, já que na maioria de suas cidades, não tem uma Igreja Reformada, é na internet onde entram em grupos e podem expor ali o que estar oprimido dentro deles... acho que os líderes deveriam conversar mais sobre o assunto, tentar de alguma forma resolver esse problema, não acho que algumas críticas em cima de muitos que estão sufocados pelo um sistema que os aprisionam possa resolver esse problema... Nos grupos reformados onde eu mesma sou membros e são muitos, a grande maioria daqueles jovens ainda estão em denominações arminianas, vejo por esse lado e por isso não concordo em partes com esse texto.... Se as pessoas resolvesse procurar onde estar a raíz do problema, tenho certeza que tudo se resolveria! mas da forma que isso foi exposto, no mais que pode gerar na cabeça de quem conheceu a fé Reformada a pouco tempo é mais conflito.... Eu concordo em partes com esse texto! infelismente temos muitos que agem assim, mas é muito facil estarmos num lugar onde onde podemos expor a nossa fé, e simplesmente acusar aqueles que não tem essa mesma alegria, precisam estar em redes sociais para falarem sobre o seu Deus,... por isso não gostei do exagero, sabemos quem tem a verdade... O que é necessário e ensinar esses jovens a usar essa verdade, ninguém liga, ninguém olha e depois tudo desanda. Sou vitima, de muitos que me chamam de herege, e simplesmente fazem pouco caso da minha fé, por ser Calvinista. portanto acho que devemos olhar pelos dois lados, para não haver um desiquilíbrio nessa história! não concordo com os que assim agem, assim como não concordo com as palavras usadas pelo o referido Pr nesse texto para defendê-los... Mas cada um sabe o que defende, que a palavra de Deus não seja motivo de contendas, mas como disse Lutero a Verdade a qualquer custo, e muitos pedem para serem ridicularizados, sabemos disso, eles até insistem a ponto de perdermos a paciência... Imagina aí um jovem que a pouco conheceu a fé reformada, o que esse jovem suporta dentro da sua congregação arminiana? E é compreensivel até essa explosão nas redes sociais... precisamos focar na raíz desse problema, é nosso dever, não é fácil para eles!E veja a grande maioria desse problema acontece dentro dos grupos reformados, onde pessoas que defendem outra doutrina entra buscando esse conflito, um jovem usa um grupo para fugir da perseguição de sua congregação, e derrepente é confrontado dentro de um grupo reformado por arminianos, essa reação é quase que espontânea... Confesso que estou profundamente triste! Não acho que deveria ter sido exposto dessa maneira, mas buscado realmente saber o porque disso estar acontecendo! Líderes, vamos cuidar dos nossos jovens, eles estão pedindo socorro justamente por estarem aprisionados a um sistema no qual não há mais como permanecer... E saibam, que não gosto de como eles tem reagido mas também não me agrada ver comentários principalmente em blogs sobre um assunto que na verdade só estar falando de um lado da história... O que muitos tem chamado de arrogância e prepotência, eu chamo de refutar com Bíblia...
Mas Como sempre Calvinista é vilão!

sara trindade skt disse...

o problema hoje é que é necessario brigar,xingar,julgar e ridicularizar para que seu ponto de vista seja o correto, sao tantos blablablabla, ja havia muitos em tempos Biblicos e agora havera mais, dado a toda midia que temos, a uma maior exposiçao da opiniao de cada um,acredito que gritar menos VIVER mais faz a diferença pra nós e para aqueles que acompanham nossa vida , mesmo nós nao percebendo, paulo, pedro,JESUS, tiago combatiam as heresias, JESUS era o mais bravo deles rsrs eu acho, devemos usa-los como exemplo, nem mais nem menos. a graça nos basta.

estamos gritando nas praças OH,SENHOR,OH SENHOR!! batendo no peito soberbos com longas e brilhantes vestes de sabedoria humana, mas nenhum pinguinho de AMOR e COMPAIXAO .

Congregação Batista de Fé Reformada disse...

Estive lendo esse post e mais uma vez exponho aqui que descordo com algumas questões colocadas aqui, tenho aprendido a não ficar me colocando em debates acerca desta questão, porém a igreja tem autonomia para erradicar os hereges, pois o ministério é da igreja e não do lider A ou B II Timoteo capitulo 3 apartir do vs 14 nos ensina uma coisa interessante analisemos o vs 16 E 17 ( Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para CORRIGIR, para instruir em justiça;
Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra.

No capitulo 4 até o Vs 5 diz ( Conjuro-te, pois, diante de Deus, e do Senhor Jesus Cristo, que há de julgar os vivos e os mortos, na sua vinda e no seu reino,
Que pregues a palavra, instes a tempo e fora de tempo, redarguas, repreendas, exortes, com toda a longanimidade e doutrina.
Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências;
E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Mas tu, sê sóbrio em tudo, sofre as aflições, faze a obra de um evangelista, cumpre o teu ministério.)

Portanto ao que penso diante do que as escrituras ensina e é minha regra de fé e prática é que é que devemos pregar a palavra para repreender e se arminianos ou pelagianos pentecostais o que seja, esta pregando heresia devemos sim exorta-los aqui não precisa ser missionário, lider de um certo numero de pessoas e nem precisa expulsar demonios, mas sim ser conhecedor das escrituras.

Portanto devemos sim para de defender tais pastores e lideres por causa da politica da boa vizinhança,pois nem sempre aqueles que se colocam a disposição para se colocarem na obra do ministério não conhece as sagradas escrituras, isso é fato.

Que Deus nos abençoe diante de tais situações e tenha misericórdia de nós.

Silvio disse...

"muitos que estão sufocados pelo (por) um sistema que os aprisionam"
Não ser Reformado (Calvinista) é ser prisioneiro sufocado?

Silvio disse...

Como é triste perceber o que sistemas geram nas pessoas!
Bom mesmo é Jesus!

Silvio disse...

"porém a igreja tem autonomia para erradicar os hereges"
Vou dizer o que???

vrscarmo disse...

É triste ver que denominações, placas de igreja estão levando irmãos em cristo a discordância, brigas, sendo que o real proposito da palavra de deus não esta sendo levado a sério.

andré araújo disse...

Para mim, isso tudo não passa de partidarismo carnal!!!

Cada um defendendo seu time de futebol....(calvinistas F.C x arminianos F.C)

"Uns dizem: eu sou de Calvino e outros eu de Armínio...e por aí vai...."

Pr. Luciano Nunes disse...

Excelente . Sou apreciador do legado de João Calvino e de todos eruditos da Reforma, principalmente os calvinistas. Mas tenho visto uns meninos com posturas arrogantes em relação aos pentecostais. Muitos destes, com conhecimento teológico fragmentado, desconhecendo o legado pentecostal e arminiano. São meninos tanto em idade quanto em maturidade espiritual.

Mirlene Silva disse...

verdade...concordo!

Raphael Val disse...

Concordo com o texto. O que acho uma pena é essa denominação de "calvinistas" e "arminianos". O atributo "calvinista", por exemplo, tem tido mais preeminência do que o de "cristão".

Penso que o primeiro passo para acabar ou diminuir essa guerra teológica é parar com essas autodenominações "eu sou calvinista" - "eu sou pentecostal" - hoje em dia não se vê ninguém falar eu sou "cristão"! - esse sectarismo evangélico é principio de toda discussão e debate, que por conseguinte geram contendas, inimizades e escândalo para a igreja.

Creio que a igreja precisa de menos calvinistas e mais cristãos! A questão não é se sou calvinista ou pentecostal, a questão é se sou cristão ou não. Particularmente já estou ficando farto. Uma pessoa que entra no evangelho agora ao ver essa confusão toda estará mais preocupada em ser um calvinista ou pentecostal do que em ser um cristão.

Dileto Renato, se me permite, gostaria de compartilhar um post que tem um pouco a ver com o contexto do assunto: http://raphaelval.blogspot.com.br/2013/11/porque-nao-sou-calvinista-e-nao.html

Salomão F. Alves disse...

O que define os santos homens de Deus. Como identificar aqueles que por pura graça foram salvos e, no poder do Espírito Santo, pela Palavra de Deus, estão desenvolvendo sua salvação - sendo santificados? Eles amam a Deus, de todo o coração, de todo o entendimento e de toda a força, e amam ao próximo como a si mesmos. Eles amam a Deus e lutam contra seus inimigos: a carne, o mundo e o diabo. De todo o coração buscam se submeter a vontade de Deus, que a encontram na Sua Palavra. Eles não se opõe a verdade, a sã doutrina. De todo o coração, desejam compreender a Palavra de Deus, a fim de vivê-la. Isso inclui amar nosso próximo, desejando e buscando seu bem. Tanto nessa vida, como buscando, em humildade, ajuda-lo a conhecer a verdade da Palavra de Deus que são "palavras de vida eterna". E claro, isso significa que os santos não zombam, desprezam, ou humilham seu próximo. Mas buscam ama-lo, conforme Deus os ensina em Sua Palavra.

Renan Bressamini disse...

A grande verdade é que independente de sermos arminianos, calvinistas ou pentecostais, devemos lembrar do Senhor de nossa Salvação e assim respeitarmos uns aos outros em amor, pois este é o vinculo da perfeição (Cl 3:14). Devemos sim combater as heresias e desvios bíblicos que tem tomado de assalto nossos púlpitos brasileiros, mas precisamos ter cautela pois nossa guerra não é contra homens, mas sim contra o deus deste século que cegou o entendimento de muitos para que não vejam a luz da glória do Evangelho de Cristo (II Co 4:4). O que me preocupa é que muitos estão vestindo uma capa de santidade e querem verberar declarando guerra à muitos líderes com base em interesses pessoais ou por desejos tolos de receber elogios; quando na verdade o real motivo de um debate deve ser o arrependimento e conversão dos ouvintes e não a exaltação do debatedor. Para finalizar, reflitamos no que o apóstolo Paulo recomendou ao JOVEM pastor Timóteo:

"Fuja dos desejos malignos da juventude e siga a justiça, a fé, o amor e a paz, juntamente com os que, de coração puro, invocam o Senhor. Evite as controvérsias tolas e fúteis, pois você sabe que acabam em brigas. Ao servo do Senhor não convém brigar mas, sim, ser amável para com todos, apto para ensinar, paciente. Deve corrigir com mansidão os que se lhe opõem, na esperança de que Deus lhes conceda o arrependimento, levando-os ao conhecimento da verdade,
para que assim voltem à sobriedade e escapem da armadilha do diabo, que os aprisionou para fazerem a sua vontade." 2 Timóteo 2:22-26

Eric Oliveira disse...

Boa reflexão sobre o mau uso da internet por alguns, ou por muitos (lamentavelmente). Sejamos francos: há arrogância de todos os lados, não só de jovens "calvinistas", mas também de jovens e adultos e idosos calvinistas, arminianos, pentecostais e neopentecostais. Algumas são mais escancaradas, outras veladas. Sou pastor protestante reformado, presbiteriano.Tenho amigos e familiares pentecostais e arminianos que amo e respeito. E em 30 anos na igreja ouvi muita coisa contra minha "linha teológica" . Critiquei também, obviamente. A despeito disso, continuo com meus amigos pentecostais e arminianos. Além do que, veja que curioso: na IPB reconhecemos e não rebatizamos a grande maioria dos evangélicos que se achegam para conosco congregar, (afinal de contas foram batizados com batismo bíblico, seja aspersão, imersão ou efusão) e além disso, na ocasião da Ceia do Senhor convidamos todos os evangélicos presentes, e que estão em plena comunhão com sua igreja a participar conosco todas as vezes, pois a mesa é de Jesus e não da IPB. Se nos centrarmos naquilo que temos em comum, formos mais francos e íntegros na leitura e interpretação da Escritura e nos tornarmos mais fraternos uns com os outros, nosso testemunho será mais autêntico e eficiente. Deixo um abraço franco e fraterno aos cristãos verdadeiros que tem se dedicado verdadeiramente a servir a Jesus como seus discípulos em missão no mundo.

Renato Vargens disse...

Nota IMPORTANTE:

Faço minha uma frase do meu amigo Augustus Nicodemus Lopes que disse: "Podemos discordar sem contudo marginalizar." Isto posto, afirmo que discordâncias teológicas devem ser tratadas no campo das ideias e não com ofensas pessoais. Palavras "Ad hominem" não nos levam a lugar nenhum, muito pelo contrário, o debate quando foca na pessoalidade gera celeumas quase que irreparáveis.

Pr. Renato Vargens

Gaditas Renovados disse...

No final todos nós teremos q dar conta de tudo q fizemos. Estamos no mesmo barco, sendo calvinistas, arninianos...

Silvio disse...

Isso mano! Jesus é amor, sistemas religiosos só promovem contendas.
"Isso inclui amar nosso próximo, desejando e buscando seu bem. Tanto nessa vida, como buscando, em humildade, ajuda-lo a conhecer a verdade da Palavra de Deus que são "palavras de vida eterna". E claro, isso significa que os santos não zombam, desprezam, ou humilham seu próximo. Mas buscam ama-lo, conforme Deus os ensina em Sua Palavra."

Sander Souza disse...

Se na maioria das suas cidades não tem uma igreja reformada, como diz o texto, como foi que estes jovens "perseguidos"se tornaram reformados? Sozinhos? Sem nenhuma orientação? Orientados somente via internet? Sou contra ataques, acho que se perde tempo precioso com essa história de calvinismo, arminiano, pentecostal...uns de Paulo, outros de Apolo...não me preocupo em saber onde me encaixo, apenas quero servir ao Senhor Jesus!

Sander Souza disse...

O que achei interessante é que os jovens referidos se encontram num ministério arminiano, em cidades onde não há igreja reformada. Então me pergunto, como estes jovens se tornaram calvinistas ou reformados? Sozinhos? Quem os orienta? A internet?

Unknown disse...

Prezado Pr. Renato

Muito oportuno este post. Parabenizo por tê-lo circunscrito aos jovens calvinistas, já que você se identifica como calvinista também. Isso, a princípio, evitaria colocar-se no objeto da crítica, mas nem todos entenderam assim. John Wesley, a tempos atrás e a propósito dessa mesma controvérsia já havia dito: "Que ninguém levante a voz contra os arminianos antes de saber o que esta palavra significa, só então saberá que arminianos e calvinistas estão no mesmo nível. Os arminianos tem tanto direito de estar irados com os calvinistas como os calvinistas com os arminianos. João Calvino era um homem estudioso, piedoso e sensato, igual a Jacó Armínio. Muitos calvinistas são pessoas estudiosas, piedosas e sensatas, igual a muitos arminianos. A única diferença é que os primeiros afirmam a doutrina da predestinação absoluta, e os últimos, a predestinação condicional." Portanto, o respeito deve ser mútuo.
Por outro lado, tenho uma curiosidade teológica prática que surgiu a partir dos comentários acima. Você citou um pastor que "que há muito deixou de ser um dos nossos". Nesse caso, como se aplica a doutrina da predestinação absoluta?

Eduardo Vasconcellos (eduardo@ofarol.inf.br)

Bruno Guimarães disse...

A Principio o Pr. Renato, refere-se aos Jovens Calvinistas* (Homens e Mulheres) Mas tarde também reconheceu que foi restritivo, Não é só o seguimento Calvinista, Cita Arminianos (homens e mulheres)... Bom, Canso de ver boçalidades e bobagens partindo de Mulheres vazias e carentes em relação aos lideres evangélicos do cenário eclesiástico atual e que por pura falta do que fazer e talvez vaidade, Buscam algum tipo de audiência na mídia virtual, Suyene, Não adianta querer tirar o corpo fora dando tapinhas nas costas do Pastor. Concordo com o fato de que o Pastor em questão e Homem de Deus, Sensato e humilde, Já que o admira e reconhece estas qualidades dele, Tenta imita-lo...

Daniel Meireles disse...

Bom eu ia comentar alguns posts aqui mas achei melhor escrever tudo em um único comentário. Sou jovem (20 anos) tenho começado a ler e buscar sobre as doutrinas da graça recentemente e hoje me considero como um cristão reformado, apesar de não utilizar a alcunha de calvinista (embora tenha me identificado bastante até o momento com a mesma) porque ainda preciso estudar muito cada uma das diferentes cosmovisões. Também tenho plena consciência de que estudar sem efetuar algum tipo de ação prática de nada tem valor...já participei de algumas missões com algumas denominações Batistas e achei extremamente gratificante e maravilhoso o que você pode aprender com isso.

Apesar de tudo o que eu falei, faço parte de uma igreja pentecostal (AD Brás) e apesar de discordar de alguns pontos da mesma, tenho frequentado e presenciado muitas pessoas que verdadeiramente nasceram de novo, e a forma como Deus tem trabalhado naquela igreja. Tenho percebido que eu sou um de duas pessoas declaradamente reformadas na nossa igreja, (o outro rapaz é casado tem filhos e faz parte do grupo de louvor).

Não concordo com o irmão que em um dos comentários chamou o pentecostalismo e o arminianismo de heresia. É um tremendo absurdo chegar a esse tipo de conclusão, coisa de quem provavelmente nunca presenciou esse ambiente, ou de que fez parte de uma igreja herege e acabou generalizando as coisas. é evidente que dentro desse meio existe sim algumas denominações que acabam destoando totalmente do evangelho (mas não irei citar nomes), porém o céu vai estar sim CHEIO de arminianos, calvinistas, luteranos, molinistas, pentecostais e seja la o que for...

Outra observação, como foi mencionado, infelizemnte não é só no meio calvinista (embora eu já tenha percebido esse orgulho intelectual citado) que acontece isso. No meio pentecostal mesmo eu presenciou alguns casos de pessoas que acabam discriminando aqueles que "não são batizados no Espírito Santo", como é o meu caso. Alguns inclusive chegam a olhar com espanto quando eu respondo que não sou, devido a forma como eu procuro lidar com as questões da igreja.

Uma última observação sobre o irmão questionou como os jovens calvinistas conheceram essa doutrina se não há congregações reformadas onde eles estão. EU sou um exemplo disso, jamais frequentei uma igreja declaradamente reformada, e muitas vezes descontente com pregações triunfalistas ou humanistas sem conteúdo fui atrás de algo que me enchesse um pouco mais, e acabei encontrando canais no youtube, blogs etc, no qual me fizeram conhecer essa doutrina. Então isso acontece SIM!

No mais, como ja foi falado aqui, devemos lutar pela verdade do evangelho, mas sempre amando o nosso próximo em amor. Muitos calvinistas, arminianos e pentecostais, entre outros, estão mais preocupados em mostrar que estão certos do que em demonstrar a Graça de Deus.

A Graça e Paz de Cristo a todos!

Tudo é fé disse...

Que maravilha Pastor.
Há um ou dois meses atras eu expus em meu perfil no facebook algo falando sobre isso também.
E justamente aqueles que defendem a arrogância para expor os conceitos que acreditam reagiram negativamente, até mesmo ofendendo pessoas que nem estavam na discussão, menosprezando doutrinas (como o pentecostalismo), sendo que sequer conhecem a obra de Calvino, sequer tem conhecimento do pentecostalismo, sequer fazem algo pela obra de Deus.
Vejo jovens que até ontem beiravam o ecumenismo, e hoje descobriram o calvinismo, mas não conhecem nem metade desta doutrina, e querer arrotar verdades que nem conhecem e nem são capacitados para defenderem.
Infelizmente, calvinista assim só fazem os outros pegarem é raiva de calvinistas em geral.

Tudo é fé disse...

Bom, frequento uma igreja que se diz pentecostal, e não há rodopios, nem super pregação sobre dons.
Se diz pentecostal porque acreditamos na continuação dos dons, apenas isso.
Sobre as Assembleias de Deus, há diferenças entre elas: há as sérias e há as que tem até reteté (obs: não sou da AD)
Concordo que tem muito igreja que só tem palhaçada.
Porém discordo sobre ''elas geraram as neopentecas'', porque isso me lembra um argumento da ICAR contra o protestantismo, onde dizem que os reformadores geraram toda essa baderna doutrinal no meio' 'evangélico''. As hereias e erros surgem por conta das pessoas, e não porque um ou outro segmento cristão gerou isso.
Também saliento que, concordando com Augustus Nicodemus: há em igrejas pentecostais , pessoas que se interessam e seguem a doutrina reformada também. Deve-se acabar com este bicho papão de falar que em igreja pentecostal só tem gente louca que grita e pula.
AH! como mencionei, a igreja que vou se diz pentecostal(por conta de crer nos dons), mas lá foi onde mais ouvi sobre Calvino,Paul Washer, John Piper e tantos outros calvinistas como referencia de pregadores.
Também penso que menosprezar os pentecostais, como o Renato mencionou, é estranho. Ouço pregações de Leonard Ravenhill e não tem como jogar tais pregações no lixo porque o cara se dizia pentecostal (até então).

Unknown disse...

Meu amigo, o post não é sobre isso mas preciso te dizer: vc conhece esse 'ministério' por dentro, ou fala do que escuta nas reuniões???? Bem, obras de caridade como as que você citou (ajudar mendigos, prostitutas, pessoas deprimidas, viciados) são praticadas por espiritas, budistas, hinduistas e ate por ateus, isso não os torna cristãos... A IURD há muito não ensina que "A Igreja visível do Senhor Jesus é a reunião de todos os cristãos fiéis, unidos uns aos outros na fé e na comunhão do Evangelho, observando os mandamentos do Senhor, governados pelo Seu Espírito, pela Sua palavra e pelo Seu nome" afinal, seu lider ja declarou que 99% dos cantores 'gospel' são endemoninhados e ataca ferozmente outras igrejas, portanto, para ele, só resta a IURD mesmo... outra, pastores e menbros de lá mal conhecem a Bíblia, quiçá Lutero, George Whitefield, John Wesley, Jonathan Edwards, Smith Wigglesworth!!!! Uma seita faz as pessoas focarem em bênçãos que são trocadas por grandes ofertas no 'altar de Deus', uma seita não permite ser questionada, uma seita impõe aos seus pastores metas financeiras e fecha templos porque não 'bateram as tais metas', uma seita expõe quedas, erros e falhas de pastores e obreiros menos expressivos enquanto acoberta atrocidades dos 'grandes', uma seita espalha boatos e mentiras sobre seus obreiros que deixaram de compactuar com suas sandices e tudo isso acontece na IURD em escala alarmente, eu vi, eu vivi, eu sei bem do que falo. Espero que, se vc esta lendo sobre os pais da igreja e mergulhando no estudo das Escrituras como diz, que seus olhos se abram LOGO e que você procure um lugar em que haja evangelho puro e simples. Fique na paz!!!

Tudo é fé disse...

Tu leste meus pensamentos.
É bem isso que vejo mesmo.
Não que calvinista não seja cristão, mas parecem gostar mais de tal termo, do que o termo que se refere diretamente a ''seguidor de Cristo'': cristão!

Eronildo Ramos disse...

Paulo sempre deu nome aos bois e jesus também, daqueles que viviam no erro, e porque nós temos que sermos diferente?

Salomão F. Alves disse...

Claro, sistemas religiosos humanos não têm valor normativo para o cristão. A Palavra de Deus também nos adverte para evitarmos contendas. No entanto, a verdade separa. Na questão colocada dentro do texto do Pr. Renato Vargens, sobre arminianos, pentecostais e calvinistas, que faz uma advertência necessária a jovens "calvinistas", que desrespeitam líderes denominacionais arminianos e pentecostais, percebi alguma questões que comentei anteriormente. Reafirmando o que já disse, entendo, a luz das Escrituras, que é amor falar a verdade, mas de forma respeitosa e amorosa. Falar sem arrogância, sem desrespeito as pessoas, sem zombar do próximo. E como já disse também, mesmo que o nosso próximo não tenha a compreensão, ou até se oponha a verdade. Amor então, não é concordar com tudo, ou não discordar e afirmar a verdade, se contrapondo com outros ensinamentos e crenças. Por exemplo o arminianismo e pentecostalismo, que a luz da Palavra de Deus considera-se historicamente como crenças e doutrinas não ortodoxas, mas heréticas. Dizer isso, não significa desrespeitar nosso próximo. Pelo contrário, é uma advertência amorosa, pois busca levar o próximo a estudar melhor a Palavra de Deus, estudar com mais diligencia as doutrinas nela encontradas, para ver se o que se acredita está de acordo com o ensino bíblico.

alexandre_07 disse...

Muito bom texto.

A questão é que as pessoas se julgam calvinistas sem ter lido UMA obra de Calvino e outro detalhe que creio que é importante:
Os que se dizem teólogos e leitores das Escrituras tomam por verdade por exemplo a obra de Calvino sem antes eles mesmos estudarem as Escrituras e chegarem a uma conclusão de seus próprios estudos.
(Creio que é importante ter outros materiais para AUXÍLIO de estudo, mas não tomar tais como verdade sem antes estudarem as Escrituras e ser de fato comparados com os de Beréia).
Os cristãos brasileiros não de forma generalizada, claro, mas creio que se pode dizer que a maioria não leem as Escrituras e ficam discutindo ideias que outros estudaram e chegaram nas suas próprias conclusões.

Paz;

Abraço

Will Filho disse...

Antes de mais nada parabéns pelo texto!

Pr. Renato, o que o Sr. trás como ideia nesse texto, me remete a outros blogs, sites, alguns chamados "apologéticos", de orientação "calvinista" (?). Por questões éticas prefiro não citá-los, mas já percebi que o Sr. é um leitor de alguns deles. Também acompanho alguns, mas apenas por necessidade de ser coerente ao falar daqueles que não concordo em tudo. Minha pergunta é: Em se tratando de "profetinhas virtuais", será que muitos desses blogs e sites "cristãos apologéticos", querendo fazer uso de uma linguagem cômica ao tratar de assuntos delicados, não estão influenciando NEGATIVAMENTE a compreensão e, consequentemente, o comportamento desses jovens?

Abraço e paz.

Reformando-se disse...

Respondo, lendo a bíblia! A bíblia é a base unica para uma reforma de fé!

Reformando-se disse...

Respondendo ao Silvio: meu querido não é ser prisioneiro, mas o arminianismo sufoca o reformado, é muito fácil pra vcs falarem em perseguição, é muito fácil pra vcs falarem sobre missão, e quando o jovem tem realmente um encontro com a palavra de Deus eles simplesmente os perseguem dentro de suas congregações, não vim aqui debater com vcs pastores e doutores, mas expor a minha opinião por mim um dia vivida, pouco me importa o que vcs pensam, a pratica é muito diferente do que citam em blogs... Enquanto vcs discutem em blogs, esse garotos tem coragem de assumir a fé deles em meio a perseguição de seus pastores... Masis uma vez isso prova Sander que a reforma vem com a leitura bíblica, Deus abre os olhos do seu povo na biblia.... Boa tarde a todos, Sem mais! Fiquem aí com o Doutorado de vcs, que eu sei bem o que é viver é evangelho na pratica!

Reformando-se disse...

Sander vc citou: Então me pergunto, como estes jovens se tornaram calvinistas ou reformados? Sozinhos? Quem os orienta? A internet?
Não se pergunte, pergunte a bíblia, eles perguntaram a bíblia, e agora vivem o Jesus da bíblia, não o Jesus que inventaram por muitos, e porque isso não seria prisão? viver com idolatria é prisão, eu sou uma dessas jovens que em sua cidade não tem Igreja reformada decidir estudar, e Deus me libertou, do que antes eu achava correto, descobrir que não estava adorando a Deus, mas uma cambada de pastores altamente instruídos a me guiar para onde eles quisessem, Se você realmente crer num Deus de amor, porque se preocupa tanto com Jovens que encontraram a verdade, eles são muito mais obedientes e fieis a Deus do que muitos doutores que se acham o bam bam bam da teologia! pelo menos eles não negam a sua fé, tem coragem de assumir que são Calvinistas mesmo correndo o risco de serem chamados de hereges, agora pegunto, se existe tanto amor lá? porque esses garotos são hereges? por estudar a bíblia?, háaaa vcs adultos que é precisam decidir no que vcs creem isso sim!... passar bem.... doutores!

Silvio disse...

Entendi, ficou claro, para você arminianos e pentecostais são hereges. Cuidado.
""Por exemplo o arminianismo e pentecostalismo, que a luz da Palavra de Deus considera-se historicamente como crenças e doutrinas não ortodoxas, mas heréticas. Dizer isso, não significa desrespeitar nosso próximo. Pelo contrário, é uma advertência amorosa, pois busca levar o próximo a estudar melhor a Palavra de Deus, estudar com mais diligencia as doutrinas nela encontradas, para ver se o que se acredita está de acordo com o ensino bíblico.""

sidney cavalcante disse...

É meu amigo, isso se chama fundamentalismo religioso o pessoal olha muito o que o vizinho ta fazendo, esqueceram do amor.

Yoshi disse...

Sinceramente, jovens que perdem seu tempo discutindo teologia, zombando e se posicionando como donos da verdade, mostrando desprezo por aqueles que não compartilham do mesmo pensamento, sentindo-se superiores, sendo arrogantes e presunçosos MOSTRAM que têm conhecimento (com, lógico, muitas exceções) mas que o coração não converteu (com, evidentemente, várias exceções). Falta muito amor, respeito e consideração pela pessoa humana. Basta ler os comentários de alguns.

Renato Vargens, concordo com sua posição. Parabêns pela postagem.

Como disse o pr. Paul Washer uma vez (parafraseando): os jovens não têm que discutir teologia. Eles têm que ir pro campo e morrer! Quando tiverem com seus cabelos brancos e muita experiência venham discutir teologia. (Pra quem sabe ler, um pingo é letra ;)

Não que procurar a melhor ortodoxia esteja errado. Mas como é que sabemos que o que sabemos é correto? Temos uma vida inteira pra descobrir.

Trovian Reformado disse...

Ao meu ver esse texto do querido Renato poderia ter sido bem melhor se fosse atribuído a todos os cristãos e não apenas a jovens calvinistas. Achei que esse texto não condiz com a realidade. Sou também um jovem calvinista e, jovens costumam a navegar muito e de certa forma se envolve em muitos assuntos relacionados a fé. Em termos de "números" vejo "muito mais" pelagianos sendo arrogantes, não respeita os calvinistas, os chamam de hereges e filhos do diabo! Eu volta e meia sou chamado por algum pelagiano de filho de satanás apenas por defender minha fé!
Sempre que um pelagiano ataca de forma ofensiva dificilmente alguém se manifesta contra eles, porem quando algum calvinista acaba perdendo a paciência e fala algo que não deveria acaba recebendo chicotadas dos dois lados. Os nossos irmãozinhos arminianos tradicionais que estudam sabe conversar com os calvinistas numa boa, porem os pelagianos logo de início eles começam a provocar querendo fazer com que o leitor pense que somos "mentes do diabo"!
Eu tenho acompanhado o trabalho do amigo e irmão Renato, mas acredito que o irmão dessa vez exagerou e foi infeliz em apontar apenas para os calvinistas. Vale também levar em consideração que a maioria esmagadora de todos aqueles que são contra a doutrina reformada ficam "ofendidos sem causa"!! O simples fato de não aceitarmos e combatermos as heresias ensinadas pelos pentecostais (pelagianos) e até mesmo os arminianos já é motivo deles nos acusarem de falta de respeito e falta de amor. Até mesmo o entendimento de "respeito e amor" que eles tem não procede. Existe sim calvinistas que as vezes saem da linha, mas aponta-los como os principais vilões foi um terrível exagero do querido irmão Renato.
Eu recebo muitas mensagens de pessoas de todas as idades e incluindo "pastores" que abraçam a fé reformada e imediatamente são terrivelmente perseguidos pela própria igreja! Eles só tem duas opções dependendo da região onde moram, ou eles sofrem calados as pedradas e o título de "filhos do diabo" ou vira uma pessoa "desigrejado". Eles mandam mensagens clamando por orações, pois as vezes perdem a cabeça e falam ou agem de forma errada. Mas a pergunta que fica no ar é: "Quem são os vilões em termos numéricos??"

Salomão F. Alves disse...

Desculpe, mas creio que não ficou claro. O fato de considerar-se o arminianismo e pentecostalismo heresias (não por um julgamento arbitrário, mas a partir da Palavra de Deus), não significa que pessoas, que unicamente pela graça de Deus foram feitas por Ele Seus filhos e filhas em Jesus Cristo, e são membros de igrejas arminianas e pentecostais sejam hereges. Não é isso que quero dizer. A maioria das pessoas nascem e crescem dentro de uma conjuntar religiosa, evangélica, sob essas duas crenças e doutrinas. Como percebemos, historicamente essa tem sido a realidade faz alguns séculos, pelo menos quando estudamos sobre o arminianismo. O pentecostalismo moderno é bem mais recente. Milhões de evangélicos modernos são doutrinados por esses dois sistemas sem muita análise das crenças ensinadas. Se voltamos nossos olhos para o passado, até a grande Reforma Protestante do Século XVI, e lermos um pouco mais sobre a volta da Igreja de Cristo a Palavra de Deus, e lemos sobre o grande trabalho de sistematização teológica feita, pela graça de Deus, através de homens humildes e fracos em si mesmos, como Lutero, Calvino, William Tyndale e Guido de Brès, entre muitos outros servos anônimos, podemos entender o significado da suficiência das Escrituras como unica e suficiente Palavra de Deus para a Igreja de Cristo. Podemos entender a doutrina da graça de Deus, soberano e absoluto Senhor na salvação de pecadores. Podemos entender o significado da morte de Cristo ser vicária. Quando lemos sobre o Sínodo de Dort, podemos ver a atitude correta das igrejas reformadas da Holanda e de vários outras igrejas na Europa quando enfrentaram os seguidores de Jacob Armínius, no século XVII. Lendo os Cânones de Dort é possível compreender melhor o assunto. É disso que quero falar. O mesmo podemos dizer sobre o posicionamento das igrejas reformadas no mundo todo quando surgiu no século XX o movimento pentecostal moderno.

Leandro Rocha Alves Figueiredo disse...

A arrogância vai de encontro ao que Cristo pregou e viveu. Em toda e qualquer doutrina o ponto de corte ou o limite sempre deve ser a Palavra de Deus. Ela serve para admoestação em amor, tanto para Calvinistas arrogantes, quanto para pastores Arminianos ou Pentencostais que não estão pregando nem sobretudo guardando o genuíno Evangelho.

brunoss1906 disse...

Bem, você e sua denominação podem ser chamados de continuacionistas, mas pentecostal fica meio difícil, já que esse movimento foi e é caracterizado pelo excesso de liberdade nas reuniões.
Sobre os "neopentecas", temos que lembrar que eles estão totalmente ligados aos pentecostais. Como exemplo, muitos dos representantes daquele movimento se dirigiam a esse como uma espécie de "inspiração".

Unknown disse...

Muito bom!! Isso tbm para pentecostais e renovados, que desrespeitam os calvinistas e tradicionais, por não ter a mesma linha teológica e experiência no tocante ao Espírito Santo.

Tudo é fé disse...

Eles se dirigem falando que se inspiraram no pentecostalismo, não faz do pentecostalismo o culpado por existir tal corrente herética no meio evangélico, como você tentou impor a culpa.
Bom, sobre a igreja que vou, pode denominar como quiser, mas é importante ressaltar que no meio pentecostal nem toda igreja é do reteté. Diga-se de passagem e, relembrando, a AD, nem todas tem reteté. Ainda há as sérias e não deixaram de ser pentecostais por isso.

Salomão F. Alves disse...

Um texto bom sobre a falta de equilíbrio quanto a doutrina bíblica da soberania de Deus. Vale a pena ler o livro do qual esse pequeno texto foi extraído. O livro: Deus é Soberano, de Arthur W. Pink.

http://www.bomcaminho.com/awp001.htm

Silvio disse...

Você não entendeu nada da minha colocação.

Henrique Dias disse...

O Diabo está amando esta discussão que não leva a nada a não ser dissenção. Seminaristas, teólogos, bibliólogos, cientistas da religião, doutores, semideuses querem manifestar suas opiniões confrontando, ridicularizando, contrariando o que um diz ao outro. Ninguém se preocupou com o ensinamento de JESUS, apenas com suas vaidades, autoritarismos ideológicos, conceitos e ideários. Ao que parece isto não vai mudar, porque a pessoalidade, o individualismo, o egoísmo e falácia não permitirão. DEUS É SIMPLES E MAGNÂNIMO EM TUDO... Fariseus!

Pedro Muniz disse...

Pra esses Calvinistas de internet, Willian Lane Craig é herege.

Calvinismo é o farisaismo moderno: reivindicam uma salvação exclusiva, valoriza mais as Instituas que as Escrituras (tais como os Fariseus faziam com suas interpretações talmudicas), e tratam os não-cristãos como ralés rejeitados por Deus.

O mesmo raciocinio vale para as outras linhas teologicas.

Dia pós dia me distancio do rotulo "evangelico/protestante/catolico" por conta dessas coisas ridiculas.
Me considero apenas um pecador que precisa Cristo, assim como todos nós.

Edilson Jr. disse...

Renato Vargens, muito obrigado por esta publicação. Estudei em seminário interdenominacional, sou missionário, presbiteriano e filho de pastor assembleiano. Meu pai como arniniano, posso dizer que é um dos maiores exemplos de fé e vida cristã e um dos grandes homens de Deus que tive a oportunidade de caminhar próximo por muitos anos. Eu como calvinista compartilho com todas as pessoas que, o maior exemplo Cristão que pude ver de perto veio de um homem arminiano, simples, mas cheio da presença do mais importante de todos: Jesus Cristo.

Eu lembrei do desentendimento entre John Wesley (arminiano) e George Whitefield (calvinista). Com a discussão cada um foi para um lado. Certa vez alguém querendo causar jogar lenha na fogueira perguntou para Whitefield:
Você vai encontrar John Wesley no céu?
Ele calvinista, responde: Não! Todos ficaram espantados com o que ele disse.
Ele continua: Não poderei ver John Wesley no céu porque ele vai estar tão próximo de Deus que não poderei vê-lo!

Deus abençoe a todos!

HP disse...

Me inclua na lista de pecador que necessita de Cristo.

Silvio disse...

Difícil compreender porque razões alguns insistem em utilizar como critério de maturidade espiritual a adesão intelectual a certas doutrinas, a respeito das quais há significativas controvérsias, em detrimento do fruto do Espírito: amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio, a respeito do qual não resta qualquer dúvida.

Pedro Muniz disse...

A parabola dos 2 filhos ainda é de muita valia para os dias atuais.
Se encaixa como uma luva para todas as denominações evangelicas/catolicas.

De religião eu to fora!!

Eu quero é saber de Jesus e viver debaixo de sua maravilhosa Graça!

Plabyo Geanine disse...

"Se a Bíblia está colocando em você fardos ao invés de asas, ela está sendo lida de modo errado".

Antonio Silva disse...

A IURD não é uma Igreja Evangélica e Protestante. Ela é uma seita e que ensina um falso evangelho. Ela não se encaixa no perfil deste post.

Em Cristo, [2]

Paulo R De Paula disse...

Pr. Renato Vargens,

Acompanho o senhor há algum tempo através do Púlpito Cristão e achei muito oportuno o post, a arrogância no trato com as diferenças não é exclusividade dos "jovens calvinistas", infelizmente ela permeia, e se mistura a igreja como um todo, independente de denominação, corrente teológica ou algo do gênero, como bem disse o pastor Antônio Silva. Digo "se mistura" tendo em mente a parábola do trigo e do joio de Mateus 13: 24-30. O Senhor nos mostra que existem pessoas plantadas pelo inimigo e faz uma advertência: "Deixai crescer ambos juntos até a ceifa; e, por ocasião da ceifa, direi aos ceifeiros: Colhei primeiro e atai-o em molhos para o queimar; mas o trigo, ajuntai-o no meu celeiro". Mais a frente, a partir do verso 40, Jesus explica que o inimigo é o diabo, a ceifa é o fim do mundo, os ceifeiros são os anjos (não o trigo) e o joio é tudo que causa escândalo e os que cometem iniquidade. Isso posto, devemos descansar no Senhor pois a Palavra garante não ser possível enganar os escolhidos de Deus. Amém?
Agora gostaria de explicar o porque de escolher esse comentário. Me identifiquei com o que disse o senhor Salomão pois nasci para o Evangelho em uma igreja neo-pentecostal e "aprendi" todas essas práticas criticadas por uns e defendidas por outros, com um agravante, "aprendi" também que arminianismo e calvinismo se complementam. Não congrego mais nessa igreja mas quero deixar claro que amo os irmãos que conheci e convivi por 3 anos lá e louvo a Deus por tê-la usado pra me resgatar da lama em que eu vivia. Acontece que quanto mais me aprofundo na Palavra de Deus, mais vejo como sou dependente de Sua Graça. Hoje sou calvinista, creio que calvinismo e arminianismo são, por essência, excludentes, creio que se prega e pratica MUITAS heresias nos meios pentecostais e neo-pentecostais, creio na continuidade dos dons do Espírito Santo, creio, como disse o senhor pastor Renato, que existem santos homens de Deus que são arminianos e pentecostais, mas creio também que, como santos homens de Deus, no momento certo eles vão ter seus olhos espirituais abertos.

Com respeito,

Paulo R De Paula

Flaviano Filho disse...

Você disse bem, serve para muitos adultos !

Paulo R De Paula disse...

Meu irmão,

Você quer apagar um incêndio jogando gasolina.

Paulo R De Paula disse...

Se a Salvação não é exclusiva para os cristãos e os não-cristãos não são rejeitados por Deus acho que entendi tudo errado!!!

ETAPAS DE UM SOBRADO disse...

Graça e Paz a todos!
Tenho acompanhado alguns calvinistas que tem entendido como eu a sua missão de testemunhar de Deus do Evangelho da graça e seu amor. Bem como estudar e defender a sã doutrina! Sabemos que há alguns que chegam ao extremismo ao ponto de atacarem irmãos na fé! Mas tbm vejo alguns que defendem e zelam pela sã doutrina e isto é excelente! Jamais concordei com as atitudes daqueles que fazem ataques a irmãos por seguirem aquilo que acham ser o "certo"! Mas tbm vejo a necessidade do ensino correto àqueles que lidam com a Palavra! Não é errado buscar conhecimento e alertar o povo de Deus! Desde que seja transmitida em amor!
Venhamos e convenhamos... Infelizmente, sabemos que muitos líderes não estão preocupados em tirar um tempo para estudar a Palavra de Deus depois que são ordenados Ministros do Evangelho! E ao menos ensinarem o povo de Deus biblicamente! E o resultado dessa falta de compromisso resulta numa comunidade cristã um povo ignorante, fracos na fé e sem conhecimento! Como está registrada na Palavra de Deus em Oséas 4:6 (NIV) “Meu povo é destruído por falta de conhecimento.”
Entristeço-me profundamente ver que muitos irmãos se atacando de forma aberta, ou nas escondidas por meio de palavras duras e postagens onde tentam defenderem suas ideias! E isto, é lamentável!!!! E sem que eu queira comentar, acabo me envolvendo de certa forma. Pois condiz com o meio que vivo e creio. E como se calar diante de um fato como este? Amo a doutrina calvinista! Mas amo em 1º lugar a Deus e por isso ao estudar a Sua Palavra, chego a conclusão da importância de estudá-la para passá-la adiante da forma correta e bíblica! Já participei de alguns grupos Calvinistas! Hoje, por motivos particulares vejo que o melhor é ensinar a Palavra aos menos favorecidos e continuar a pregar o Evangelho, do que ficar me debatendo virtualmente com pessoas que “sabem” mais do que eu! Rsrs...
Que o Senhor nos abençoe e nos dê o discernimento de lidar com o nosso semelhante!
Em Cristo,
Izabel Alves

Severo Rodrigues disse...

EU QUERO É DEUS,EU SOU UM COM VC, NO AMOR DE NOSSO PAI,SOMOS UM NO AMOR DE JESUS.
NÃO TENHO BANDEIRA DE DENOMINAÇÃO,JÁ PASTOREI,IGREJAS METODISTAS RENOVADAS,BATISTAS,ASSEMBLÉIA DE DEUS.SOU PASTOR,EU VISO AS ALMAS QUE ESTÃO SOFRENDO,SEM SALVAÇÃO.HOJE ESTOU PASTOREANDO,UMA IGREJA BATISTA RENOVADA.MAS MEU OBJETIVO É PREGAR,VAMOS TODOS PREGAR O EVANGELHO,E DEIXAR,ESSA GUERRA DE ACHOLOGIA DE LADO.JESUS CRISTO É QUE LIBERTA E SALVA.

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Mais importante do que ser calvinista, arminiano, pentecostal, é, sem dúvida, ser cristão. Pensemos nisso.
VAMOS NOS CONVERTER!!!!

El Misionero Matsuura Junichiro disse...

Pastor Renato, eu queria um esclarecimento, por favor. Sei que este não é o assunto deste post, mas preciso muito deste esclarecimento que lhe solicitarei agora. Eu sou músico, toco guitarra a pelo menos uns 23 anos. Atualmente sou diácono da Assembléia de Deus, e sou músico. Acontece que sou muito criticado por algumas peculiaridades referentes ao meu modo de tocar a guitarra. Meus dedos são muito finos, então, para conseguir tocar a guitarra direito, eu preciso descer a afinação, para que as cordas fiquem um pouco mais confortáveis. E pelo mesmo motivo, eu uso muitos acordes dissonantes. As pessoas insistem em não entender isso. Depois de vários anos, a verdade é que eu desenvolvi um estilo próprio do qual eu simplesmente não consigo abrir mão. Eu gostaria de saber se existe alguma passagem que PROÍBA que eu use o meu estilo próprio na adoração a Deus. E também se existe algo nesses termos no Código Penal. Até entando que ninguém é obrigado a me aceitar, ou aceitar o meu estilo. Mas, ultimamente, a não aceitação está passado dos limites. Ao ponto de confundir autoridade com desrespeito, e obediência com suicídio intelectual. O que devo fazer????

Carla Berigo disse...

Olha, eu pensei como você. Eu nunca vi um povo para brigar quem está certo ou errado como o povo protestante. Sabe, todo mundo critica a vaidade de um espírita kardecssista em pensar tanto...tantooo e o povo protestante está agindo com a mesma vaidade em discussões de ser isto e ser aquilo. Porque existe a necessidade de se estar certo? Realmente o que diziam que a letra mata, mata mesmo e quando mata o meu alcance ao próximo, já virei assassino. Que teologias são estas que nos faz mais separados do que próximos? Fico pensando se não estamos construindo ao invés do Evangelho Segundo Alan Kardec, se estamos construindo o Evangelho Segundo Calvino, o Evangelho Segundo o Fulano ou o Beltrano. Se o amor de Jesus é que constrói, se o evangelho verdadeiro são as boas novas a respeito de Jesus, se o amor de Cristo é que nos faz um, se o amor é que nos faz servir, estas discussões nos faz ver que as classes de sacerdotes e levitas estão tão salientes em nossa sociedade mas a que agrada e faz a vontade de Deus são os samaritanos...está na hora de parar! Estes comportamentos deveriam fazer vocês sentirem vergonha sabe, porque eu sinto!!

Soldado de Cristo disse...

Parabéns Pastor Renato, gostei do texto, um cristão deve ter moderação em tudo, principalmente no que diz respeito a irmãos, pois podemos feri-los de maneira a nos tornar culpados diante do Senhor da Igreja, Paulo nos adverte exortar com amor, "...uns gostam de carne outros de legumes", é impressionante a falta de respeito em geral com as Igrejas e irmãos, os debates parecem ringues onde o campeão receberá um troféu, sou arminiano mas um dos meus herois da fé é Gerge Whitfield, acredito nos dons pois já vi Deus fazendo muita coisa mesmo, no entanto uma pessoa da minha familia ao pregar para ela disse que estava cansada de Igreja de gritos etc, indiquei uma Igreja Batista tradicional e me referi como uma Igreja séria, o que me importa e ver as pessoas na Igreja e crescendo na graça e no conhecimento, graças ao Senhor não sou preso por placas e rótulos, que Jesus nos de graça para acabarmos com o espirito de divisão (obs. tambem não concordo com heresias!) e arrogancia!!!

Soldado de Cristo disse...

Também gostaria de saber pois sei qual o site que voce esta se referindo, é deprimente ver como um site dito apologético, não tem o minimo respeito ao ser humano nem a irmão eu digo, nem pessoas mundanas agem dessa forma, pra mim tenho absoluta certeza que o Senhor esse tipo de apologia interesseira e individualista!!!

Victor_2633 disse...

Acho que você está fazendo exatamente o que o Renato falou a respeito. O desrespeito está na própria escrita. Só peço cuidado e "sal" nas palavras, que ganhamos o respeito e o amor das pessoas, mesmo discordando delas. Na paz!

José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Pr Paulo Coura disse...

Pr Renato,

Parabéns pelo texto, fico feliz por que o amado sendo calvinista fala aos jovens calvinistas ou seja, trabalha na sua messe.
Como bem disse não devemos desrespeitar qualquer pessoa, mas velha ou mais jovem, mas amá-lo, discutir no campo das ideias, procurar mostrar o mais claro possível a minha posição e os porquês dela, sempre deixando claro que estou falando de ideias não de pessoas.

Quanto ao embate, que parece ter se formado entre Calvinistas X Arminianos nas respostas do post, talvez seja necessário que nos lembremos que quem morreu e ressuscitou não foi Calvino e nem Armínio, mas Jesus Cristo, a ELE toda a Gloria!

Graça e Paz
Pr. Paulo Coura

Jorge Avelar disse...

Pois é, quanto mais conheço pentecostais, arminianos e calvinistas, mais quero ser chamado de cristão...

Os Badernistas disse...

kkkkk eu é que vibrei com esse texto. Excepcional. Tem gente que mal entra na igreja e quer que ela seja mudada so pq ele está lá. CAAAALMA, JOVEM GAFANHOTO! Tem muita coisa pra aprender. Primeiro pra tentar colocar um pastor, ainda que seja de igrejinha de bairro, abra igrejas antes, arrebanhe pessoas e as ajude a serem melhores, pra ai sim ter o direito de 5 minutos de conversa com um "pastorzinho de igrejinha de bairro"! Ótimo texto, de parabens ai velho!

Maria Eulália da Silva disse...

Sou de uma igreja pentecostal e arminiana, com alguns jovens que decidiram abraçar o calvinismo. é interessante como eles discutem, agridem, vociferam, contra a liderança e membros do corpo.
Fico pensando em quem está ganhando com toda essa situação. Jesus que não é. Ele bem ensinou que uma casa dividida não subsiste.
Penso na multiforme graça de Deus, que, creio, se revela por meio das denominações.
Se um irmão não está satisfeito com a doutrina arminiana que se prega no púlpito da igreja que ele frequenta, pode congregar em um igreja calvinista sem nenhum problema. Ele não vai ser queimado em nenhuma fogueira por isso.
Como disse João em sua primeira carta: "Filhinhos, não amemos de palavra, nem de língua, mas de fato e de verdade".

Bianca Pinheiro disse...

Prisioneiro do sistema???

Sabe o que parece??" Ideologia, eu quero uma pra viver" - a salvação é secundária, visto pelos seus comentários. Sorry !!!

El Misionero Matsuura Junichiro a.k.a. Marcos Freybert disse...

Atualmente são 24 anos.

Ozeias Rocha disse...

Graças a Deus nos não vivemos no tempo da inquisição se não a carnificina seria pior do que no passado e com certeza eu seria uma vitima, pois sou Pentecostal estudo a bíblia desde criança nunca precisei de livros que as vezes são colocados como verdades absolutas para base-a a minha fé, o que considero heresia pois nunca foi ensinado pelos discípulos é o Sensacionismo e o Determinismo, em parte respeito vocês calvinistas mas também considero o calvinismo uma heresia tanto no contexto histórico como no contexto bíblico, alguns defendem tanto calvino que se esquecem que ele pode ser considerado um homicida, alem de haver textos em que ele declara que o arcanjo miguel é Jesus, ora se isso não é heresia o que é então, e ainda existe muitos que nunca estudaram se quer o Arminianismo já fui expulso de muitas paginas Calvinistas por fazer perguntas que eles tentam fugir, espero que não ocorra o mesmo por aqui, fiquem na paz e ate a proxima

Maximiliano Silva disse...

Sinceramente não acho que Deus fique preocupado com "picuinhas" teológicas quem briga por elas são alguns cristãos!!!

Luciano ROSSI TESCH disse...

Sou pastor batista de confissão arminiana. Apesar de ser arminiano no tocante a soteriologia, sou calvinista em muitos outros aspectos da teologia (por ex: perserverança do santos). Recentemente deixei de seguir um grupo reformado no facebook justamente pela imaturidade e arrogância de pessoas que não respeitam um posição contrária. A divergência teológica entre arminianos e calvinistas é histórica, remonta alguns séculos da história da igreja, grandes homens de Deus foram calvinistas e outros grandes homens forma arminianos, e todos estarão gozando a eternidade uns ao lado dos outros. Tolerância e humildade são palavras de ordem nesse tipo de questão! Boa e oportuna sua palavra pastor Renato Vargens.

Thais Martins disse...

Como disse o Pr. Luciano Rossi acima, deixei de seguir uma página no Facebook por causa do excesso de ironia e arrogância de seus idealizadores.

Meu namorado e eu fazíamos parte de um grupo de missões urbanas e sai porque a liderança insistia em nos "converter" ao Calvinismo, quando na verdade o objetivo real de estarmos lá era pregar o evangelho. Só isso. Tivemos até amizade desfeita por causa disso.

A discordância virou discórdia e se transformou em insulto para comigo e com meu namorado. Fomos ridicularizados e ironizados repetidas vezes... Fico muito triste com os rumos que muitas coisas estão tomando, de verdade. Não sei se a culpa é dos seminários que estão ensinando teologia e esquecendo de falar de humildade ou se é dos próprios seminaristas que não entenderam que Calvino ou Armínio não vão levar ninguém pro céu.

O negócio lá tava tão feio, pastor, que se tu blasfemasse contra Cristo tá tranquilo, mas não blasfema contra Calvino que senão o povo te lança na fogueira. Tá muito tensa essa situação!

O estopim estourou quando eu publiquei no meu Facebook um texto do Pr. Augusto Nicodemos sobre os desigrejados, e o líder, que tem essa mentalidade discordou e me atacou diretamente. Chamou-me de incoerente, dizendo que eu era tão resistente ao calvinismo mas estava postando um texto de um cara calvinista e cessacionista. Respondi que publiquei somente porque concordei com que o Pr. estava dizendo...

Fui chamada de presunçosa, orgulhosa, arrogante, infantil na fé, tantas coisas, pastor! Tantos insultos que pedi a Deus pra tirar essa mágoa do meu coração porque foi bem difícil...

Situação muito triste, infelizmente...

José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Silvino Luís Caldeira disse...

Todos os cristãos devemos ser seguidores de Jesus e interpretar a Bíblia tendo jesus como chave hermenêutica e não nenhum reformador humano. Temos que ter a mente de cristo!
Não posso ser calvinista , pois teria que acreditar em outro evangelho que não é o de Cristo.
Ex.: João 3, 16 Deus amou o mundo de tal maneira que todo aquele que for predestinado a crer não morra mais tenha a vida eterna, pois só creram em jesus os predestinados , segundo o calvinismo. São tantos os textos que fala que deveriam ser mudados para dar apoio ao calvinismo que os calvinista teriam que ter uma bíblia calvinista.Jesus sendo DEUS conosco foi amoroso , justo e misericordioso até para os seus inimigos, devemos fazer o mesmo!
Vamos seguir a Jesus e não homens e suas doutrinas!

zeferino alvaro disse...

O pastor tem razão. Eu chamo isso de apologética da violência que se considera guardiões da verdade .esse tipo de apologética dispara mísseis produzindo guerra Quando combatem seitas e heresias. Como usar a apologética da violência quando estamos falando do amor de Deus? Essa apologética não condiz com a natureza de Deus. Os grupos Calvinistas que participamos estão cheios de jovens assim. Creio que não somente jovens mas adultos também. Duros, Arrogantes incapazes de conduzir um diálogo. Quando perdem no argumento tornam-se nossos inimigos. A verdadeira apologética é a persuasão da mente e do espírito numa linguagem amorosa. Se temos um espírito errado e uma mente errada nós não vamos prestar um serviço ao Senhor .O apologista que age assim precisa nascer de novo .esquecemos que aqueles que lançam mão da espada vai morrer pela espada. O problema também com esses apologistas é que eles são espertos no evangelho quando deveriam ser sábios. ..
Ganham no argumento e ganham inimigos.

Wagner Gonçalves disse...

Amém Pr. Renato, concordo e apoio.
e compartilho as palavras do irmão Paulo:

Ainda que eu falasse as línguas dos homens e dos anjos, e não tivesse amor, seria como o metal que soa ou como o sino que tine.
E ainda que tivesse o dom de profecia, e conhecesse todos os mistérios e toda a ciência, e ainda que tivesse toda a fé, de maneira tal que transportasse os montes, e não tivesse amor, nada seria.
E ainda que distribuísse toda a minha fortuna para sustento dos pobres, e ainda que entregasse o meu corpo para ser queimado, e não tivesse amor, nada disso me aproveitaria.
¶ O amor é sofredor, é benigno; o amor não é invejoso; o amor não trata com leviandade, não se ensoberbece.
Não se porta com indecência, não busca os seus interesses, não se irrita, não suspeita mal;
Não folga com a injustiça, mas folga com a verdade;
Tudo sofre, tudo crê, tudo espera, tudo suporta.

1 Coríntios 13:1-7

pr giovani disse...

perfeito.

Pr. Silas Figueira disse...

Eu tenho acompanhado algumas pessoas discutindo teologia na internet. Algumas dessas discussões são até saudáveis, mas algumas não levam a nada. Eu por exemplo creio e sigo a teologia reformada, mas tenho bons amigos arminianos que são mais piedosos que eu. No ponto principal nós não divergimos. Mas tem gente que falta pouco colocar os “hereges” na fogueira. E isso de ambos os dois lados.

Por exemplo, todo terceiro domingo prega na igreja que pastoreio um seminarista arminiano, e esse rapaz tem uma mensagem muito abençoada.
Temos que pregar a Cristo assim como os apóstolos pregaram. Com unção e graça. Como costuma dizer o Revendo Hernandes Dias Lopes: “Aos olhos e ao coração”.
Essa é parte da conclusão de um texto que está no Blog Ministério Bereia: http://ministeriobbereia.blogspot.com.br/2015/02/do-ateismo-plena-revelacao-de-cristo.html

disse...

Eu fico perdido, pois sou muito novo no evangelho. Comecei em igreja pentecostal, agora estou indo para uma tradicional.
Antes de ser cristão protestante, eu achava que seria somente cristão, jamais imaginei que tivesse essa coisa de "calvinista", "arminiano", "samuelferreirista", "augustusnicodemusistas", "caiofabianos", etc.

Acho que tudo deveria ser mais simples.

José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Jorge Silva disse...

Parabéns Pr. Renato Vargens pela forma concisa e salutar que expos seu pensamento que reflete uma grande verdade: As visões teológicas se tornam ideais de discórdia em detrimento a palavra de Deus e toda a riqueza que o evangelho nos traz.
O propósito do reino se torna menor que a avidez por debates, intrepidez e a razão. Se o espírito nos conduz a verdade não podemos aceitar outra verdade que não manifeste o fruto do espírito. A nossa defesa é a fé, e a guardaremos ate o fim.

cat loco disse...

ressuscitando os comentarios: sobre estes calvinistas modinha basta apenas perguntar: de onde surgiu sua doutrina? de agostinho; e quem a popularizou e sistematizou? calvino; quem foi agostinho? um perseguidor dos crentes fieis e verdadeiros chamados de "donatistas", um mariolatra, um batisolatra de criancinhas, um inquisidor... quem foi calvino? um teo-ditador, perseguidor, assassino e etc... entao sabemos que o esp santo estava por tras das mensagens de paulo, ja sobre estes dois senhores q descrevi, pode-se dizer, como alguns autores, q o mesmo espirito q inspirava paulo em TUDO inspirou estes senhores somente am algumas coisas q concordamos? ou o esp santo esta em nossa vida ou nao esta; o fato de anas ou caifas, nao me recordo qual deles, dizer q convinha q um morresse pela nação toda nao serve de base pra dizer q estes perseguidores e assassinos de crentes verdadeiros foram usados pelo esp santo na literatura, mas pelo diabo na perseguição, ou se esta em Cristo ou se esta no diabo, nao ha meio termo.

Claudio Elias Do Nascimento disse...

Jesus Cristo Esta Voltando!!!

JAM disse...

Caro colegas, para se refutar um falso ensino não é necessário experiência de campo ou uma idade avançada como cristão nem tão pouco ser idoso ou já de mais idade. Falso erro, heresia será sempre heresia e o prumo aferidor para corrigi-lá é as Escrituras e não qualquer outra coisa fora disso. Portanto se alguém tem o conhecimento da verdade ou pelo menos a sua opinião sobre o assunto se aproxima mais do que esteja em conformidade com as Santa Escrituras não importa qual sua idade ou qual sua experiência de campo e sim a exatidão da exposição a respeito da Escritura. E outra coisa, herege tem que ser tratado como herege, lobo como lobo, falso mestre como tal. Nada de passar a mal na cabeça sequem tenta condiz o rebanho de Cristo às sendas turtuosas. É por isso que sou calvinista.

ETERNYZANTE disse...

Pentecostalismo e neo pentecostalismo são doutrinas estranhas às escrituras.Doutrinas saídas de mentes que se viram detentoras de "uma nova visão/revelação a respeito do pentecostes" de Atos dos Apóstolos do batismo com o Espirito Santo e dons que eram SINAIS apenas e não para a IGREJA ser COMISSIONADA a dar continuidade .

Por acaso devemos SEGUIR ou ADOTAR DOUTRINAS que saíram da MENTE de homens??
Doutrinas estas que distorcem por COMPLETO a Doutrina da Pessoa e obra do Espirito Santo?
Devemos então seguir a Charles Parhan e Willian Seymor ?Que foram os precursores do PENTECOSTALISMO ?

Doutrinas criadas na mente de homens devem ser rejeitadas inda mais qd se tem MISTICISMOS/SINCRETISMOS e SOFISMAS envolvidos .

Essa estoria de Pentecostalismo clássico que alguns advogam para dizer que o clássico não tinha "esses escândalos " que vemos HOJE não sabe de NADA!

Tinham escândalos,sim! Êxtases,visões,profecias tudo com descontroles EMOCIONAIS ATRIBUÍDOS ao Espirito Santo.

Isso não digo por MIM..Ou por sites,estudos e blogs..Mas por VIDEOS e sites pentecostais que narram como se deu o INICIO da "doutrina".

Alguns só falam do neo pentecostalismo por conta da Doutrina da Prosperidade e outras doutrinas como Confissão Positiva,G12 etc.. Pois eu digo que tanto um neo como pentecostalismo são parentes ! Pentecostalismo é a mãe do neo!

Esse MISTICISMO em torno da Pessoa do Espirito Santo não vem de hoje ,só mudou a roupagem,nomes,só isso..No seculo 2 Montano já começou com essa falsa doutrina ..! E depois pelos seculos foi mudando aqui e ali mas a DISTORÇÃO permanece!!
Por isso a MAIORIA dos teólogos REFORMADOS são CESSACIONISTAS isto é não creem que os SINAIS permaneçam como línguas,interpretação da mesma,curas,profecias . HOMENS com DONS cessaram.

Deus cura segundo Sua vontade... Deixa viver e morrer segundo Seu propósito e vontade...Oramos SE FOR DA SUA VONTADE!!!!

Qt ao arminianismo,sinergismo,pelagianismo eu não creio..! CREIO que o que eu creio é a VERDADE ...Ora existem duas verdades? Sim? Existem?
Não! Então para mim o outro lado crê na mentira.
Se não for assim..VC que não concorda com o que falo
CRÊ EM DUAS VERDADES

E o CONTINUISTA ou RESTAURACIONISTA está enlaçado no mesmo engano com ares "piedosos" agora quer MESCLAR,UNIR o calvinismo,doutrinas da graça com a pneumatologia pentecostal...

Fui pentecostal e neo por 20 anos então NINGUÉM me diga que não sei do que falo "nesse ponto".

QT a ser cessacionista eu o SOU não pq sou REFORMADA(HOJE) mas o sou bem antes(sem nem saber da existência deste nome cessacionista) Sou a 17 anos desde que ainda dentro de uma Ass.de Deus comecei a LER/ESTUDAR a bíblia e nela ver " QUE AS COISAS NÃO ERAM ASSIM" em muitas coisas não só na Doutrina do Espirito Santo.HOJE tenho mais certezas por conta d estudos,leituras etc que me foi possível com a NET.

Não faço caça as bruxas ,não uso de HUMOR na apologética(não gosto!!) ..

Mas alerto quanto ao engano pentecostal e arminiano pois minha soteriologia é MONERGISTA

Dizer que ERROS,deformidades na Doutrina da Pessoa e obra do Espirito Santo é ponto SECUNDÁRIO e por isso pode ser e pode ser tolerado é outro ERRO CRASSO que muitos teólogos "amigos da politica da boa vizinhança declaram "

E por isso as Igrejas Confessionais,Históricas, Tradicionais estão nessa DECADÊNCIA perdendo SUA IDENTIDADE e desviando-se da SÃ DOUTRINA!!!

Ruth Rossini

Em Cristo ,Em amor e Verdade!!

https://www.facebook.com/byruth.r

cessacionismoemfoco.blogspot.com

Saulo Alves da Silva disse...

Por favor, me mostre as tais DOUTRINAS que devemos seguir à luz das Sagradas Escrituras. A saber: "Doutrina é definido como um conjunto de princípios que servem de base a um sistema, quer seja ele religioso, filosófico, político e etc."
Tenho que minha base é e sempre será a Graça Redentora do meu Jesus, pois através dela fui alcançado em meu leito de morte eterna e hoje, tenho a certeza de ter restaurado minha vida Eterna em Cristo Jesus.

Esta deve ser a mensagem a ser levada ao mundo e não a afirmação de dogmas que não conduzem a alma humana ao arrependimento.

Graça e Paz.

José Rubens Medeiros disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Flávio Neves Alves disse...

Concordo plenamente com vocês. As pessoas estão se preocupando em ser calvinista ou arminianista,e deixando de ser um Cristão. Ambos distorcem a Biblia Sagrada se colocando como se fossem os donos da verdade, sera que vocês vão adentrar no Céu com a bandeira do calvinismo ou arminianismo. À, e a reforma foi feita na cruz por Cristo e não por homens, meros mortais.

Mayara Veiga disse...

Oi???

É a passagem "uma fé sem obras é uma fé morta"?
O que vc está afirmando é apenas a sua opção de ser um estudioso com conhecimento em teologia/religião e morre aí.

Um verdade cristão tem o papel fundamental de expor a mensagem da cruz, a palavra de Deus a toda a criatura, através de obras e ações !

Mayara Veiga disse...

E quem disse que vc salva alguém?? Quem convence é o Espírito Santo!! Seu papel é falar a palavra, não fazer ser engolida goela abaixo!

Olhe mais pra Jesus e tenha ele como referência de pregação d salvação, pois ele dizia TUDO, fazia TUDO, mas sem com amor e muita sabedoria! Por isso devemos ser deus imitadores !

disse...

Desconheço calvinista que cite nomes de pentecostais com desrespeito, o que vejo são debates as doutrinas, a teologia. Em debates calvinistas o que citam é o arminianismo e pentecostalismo. Não nomes de pessoas. Mas ja vi um Arminiano AQUI ACIMA nestes comentários TEM UM que vive a debochar dos calvinistas e citam Nicodemus, tem outros no facebook, homens velhos que vivem a criticar e difamar Nicodemus,Franklin Ferreira, o Julio severo achincalhou você Renato e Nicodemus, ja vi muitas vezes a falta de respeito a ti e até a mim, da parte dele. Por isso fico pasma de ler este seu texto. Mas em fim! Prossigamos com os debates,até porque sempre houve debates, na época de Paulo eram embates em defesa da fé e os pais da igreja também tiveram muitos embates e isso nunca vai parar e é bastante saudável.

pSI cOL disse...

Oooo pastor Renato... Como esse texto me ajudou... Eu já fiz muito ISSO... deixei a arrogânncia subir ao meu coração e me achei dono do conhecimento... Critiquei muitos servos de Deus por meio das redes sociais... Hoje sei que o caminho do respeito é sempre melhor e que mesmo discordando, dar para prender importantes e valiosas lições com sábios homens de Deus como o pastor Antonio Gilberto e outros...

Fernando Silva disse...

Muito bom. Não me considero Arminiano e nem Calvinista, me considero de outra linha por assim dizer.Me pergunto, a bíblia por si só não é suficiente para sanar questões que ela mesmo nos coloca? Não vejo ninguém dizer, sou "Pedrino"kkkk " Tiaguino" kkk. Uns dizem serem "Cristãos Protestantes" porque Um "Monge católico" alemão protestou contra a Igreja católica, outros Reformados , porque um ex "Humanista Francês" expôs suas teses referente as sagradas escrituras, mas e o apóstolo Paulo, Pedro, João, Tiago que vieram muito antes destes "Ilustres" e que andaram com o PROPRIO MESTRE E APRENDERAM DIRETO DELE?? Sou teólogo,mas entre Calvino e/ou Jacobus Arminius, ja que se é para ter pontos de apoio, eu fico com Paulo.

kkkk Abraços a todos.

PEREGRINA disse...

Concordo com os irmãos. Sou membro recente de uma igreja de linha Calvinista e, embora tenha sido membro de igrejas de linha pentecostal por bom tempo e ter irmãos de linha pentecostal, mantenho relacionamento com eles (por que não manteria?), sou absolutamente contra essa postura, por entender que esta não é atitude de servo de Deus. Há algum tempo atrás, em grupo ao qual pertenço, fiz essa colocação a uma pessoa: Se entendemos que nosso meio de pensar é o certo, como podemos achar que, com essa postura, poderemos 'convencê-los' do que cremos ser erro? Não deve ser outro, o nosso modo de agir? Não é ofendendo ou execrando um outro irmão que pense ou creia diferente, que o traremos para o que entendemos ser o certo, muito pelo contrário! É claro que devemos ser absolutamente contrários e firmes diante do ensino herético, mas, mesmo assim, devemos fazê-lo com paciência, sabedoria, graça e base bíblica, se ofendê-lo e se insistir deliberadamente no erro e agir com atitude grosseira ou hostil, nos afastarmos, cientes de que fizemos o que estava ao nosso alcance para trazer a verdade da Palavra, em paz, sem negar a Fé. Se eu estiver errada, sintam-se a vontade para corrigir-me.

Em Cristo.

Alanny Sousa disse...

Sou calvinista e infelizmente percebo que existe pessoas assim, espero também que arminianos mudem suas ações, calvinistas são diariamente açoitados por vários apelidos, que geralmente são criados por arminianos, entre eles o mais famoso "Sorveterianos".
Vamos mudar o modo de agir, devemos suportar uns aos outros

Divino Oliveira disse...

CARA OU MELHOR, MEU CARO CAIO VAZ.
A PALAVRA(É A ESPADA DO ESPÍRITO)ESCLARECE. TRAZ PAZ E COMUNÃO. A LETRA(CIÊNCIA)INCHA,ENSOBERBECE.
PARABÉNS...

favourite category

...
test section describtion

Whatsapp Button works on Mobile Device only