04 razões fundamentais para você não desistir do seu casamento

Por Renato Vargens


"Eu não amo mais meu marido, acho que vou me separar dele". "Eu não sou mais feliz ao lado dela estou pensando em me divorciar." O amor esfriou, penso que o melhor a ser feito é romper os vínculos matrimoniais. 

Pois é, essa e outras frases tornaram-se comuns entre os casais, que em nome de uma pseudo-felicidade terminam seus casamentos por qualquer motivo.

Contrapondo-se a banalização do matrimônio gostaria de oferecer aos casais quatro razões fundamentais porque não deve desistir do casamento:

1-) O casamento é uma relação instituída por Deus e segundo as Escrituras não deve ser extinguido por qualquer motivo. (Mateus 5:31-32; 19:3-0;  I Corintios 7:10-16; Hebreus 13:04)

2-) Não existem casamentos perfeitos pelo fato de que não existem pessoas perfeitas, portanto, a desculpa, que a sua relação com o seu cônjuge não é boa pelo fato de que o seu parceiro é complicado é absolutamente equivocada. A Imperfeição faz parte da nossa natureza caída e pecaminosa e todos nós, independente da cor da pele, raça, nacionalidade e sexo nos enquadramos nesse conceito. Isto posto, deixe essa "desculpa" de lado e siga em frente lutando pelo seu matrimônio.

3-) o Amor. Isso mesmo! O amor é muito mais que um sentimento, o amor é uma decisão. Isso me faz lembrar da história de uma esposo que foi visitar um sábio conselheiro dizendo-lhe que já não amava sua esposa e que pensava em separar-se. Na ocasião o sábio escutou-o, olhou-o nos olhos e disse-lhes apenas uma palavra: 

- Ame-a. E calou-se.
 Mas, já não sinto nada por ela ! 
- Ame-a, disse-lhe novamente o sábio. 

E diante do desconcerto do homem, depois de um breve silêncio, disse-lhe o seguinte: Amar é uma decisão, não um sentimento, amar é dedicação e entrega. Amar é um verbo e o fruto dessa ação é o amor. O amor é um exercício de jardinagem: arranque o que faz mal, prepare o terreno, semeie, seja paciente, regue e cuide. Esteja preparado porque haverão pragas, secas ou excessos de chuvas, mas nem por isso abandone o seu jardim. Ame quem está ao teu lado, ou seja, aceite-o, valorize-o, respeite-o, dê afeto e ternura, admire e compreenda-o. Ame!

4-) Deus é poderoso para reverter o que do ponto de vista humano é irreversível; transformar o que "não" se pode transformar; mudar o imutável; transformando água em vinho.

Pense nisso!

Renato Vargens

7 comentários:

Parabéns pelo texto.

23 de outubro de 2015 10:00 comment-delete

Pastor, tudo isso descreve minha vida nos últimos 3 meses, mas Deus é bom!
Estou passando por uma separação e um divórcio conforme o seu texto, e está sendo dolorido a ponto de ser dilacerante! Mas repito, Deus é bom!

9 de dezembro de 2015 16:43 comment-delete

Poderia dizer muitas coisas aqui!

Vou preferir apenas.

obrigado

9 de dezembro de 2015 16:48 comment-delete

Obrigada!

21 de novembro de 2016 04:53 comment-delete

Leia o livro " como Deus pode e vai restaurar o seu casamento". A obediencia a Ele transformara vc primeiro e depois o seu casamento... Acredite...para Deus nada e impossivel..mesmo que o divorcio ja tenha sido assinado..nao desista!! Lute!! Sou prova viva da restauracao..o que e impossivel a nos e tremendamente possivel a Deus... Paz em seu coracao e fe...abracos

15 de março de 2017 15:42 comment-delete

Moça, você é realmente fantástica uhuul continue sendo essa pessoa maravilhosa e uma bênção de Deus.
Nem sei o que dizer, apenas quero agradecer e vou ler sim o livro. Muito obrigado.

15 de março de 2017 18:11 comment-delete

Muito bom o texto, parabéns, que algumas pessoas possam a vir a ler e desfrutar dessas palavras!!!

6 de abril de 2017 21:51 comment-delete