Quantas igrejas nesse país não tem sido dirigidas por falsos pastores não é mesmo? Na verdade a quantidade de pastores desqualificados, despreparados e sem caráter que dirigem igrejas nesse país é de impressionar qualquer um. Pensando nisso, resolvi elencar sete características de uma igreja dirigida por um falso pastor:

1- Uma igreja dirigida por um falso pastor é  aquela que não faz das Escrituras sua única e exclusiva regra de fé. 

2- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela que substituiu as verdades do evangelho, pelo culto ao dinheiro e a Mamon.

3- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela que abandonou as doutrinas fundamentais à fé cristã em detrimento a falsas doutrinas, cuja existência deve-se exclusivamente à satisfação do homem.

4- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela cuja liturgia, ensino, doutrina e fundamentos são eminentemente antropocêntricos culminando de forma velada com o culto ao homem ou a personalidade.

5- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela que administra de forma errada o batismo e a Ceia do Senhor.

6- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela onde a Palavra de Deus não é exposta com fidelidade.

7- Uma igreja dirigida por um falso pastor é aquela que dentre outras coisas,  nega a divindade de Cristo, a Trindade Santa, a salvação pela graça mediante a fé em Cristo Jesus, a volta corporal de Cristo e Juízo final.

Pense nisso!

Renato Vargens





Há pouco eu escrevi um texto onde tratei de 12 qualidades de um pregador que deve ser ouvido (aqui). Hoje, visando ajudar àqueles que me leem a descobrirem os tipos de pregadores sérios, resolvi escrever doze características de um pregador que não deve ser ouvido:

1- Pregadores que não creem na inerrância das Escrituras, nem tampouco que ela é a infalível Palavra de Deus.
2- Pregadores que distorcem as verdades bíblicas para tirar dinheiro do povo.
3- Pregadores que pregam autoajuda.
4- Pregadores cujas mensagens são antropocêntricas e visam exclusivamente a satisfação humana.
5- Pregadores que repetem jargões de cinco em cinco minutos.
6- Pregadores que são desprovidos de piedade, santidade e que possuem um linguajar chulo.
7- Pregadores que preferem ser politicamente corretos em seus sermões a serem fiéis.
8- Pregadores que não dominam as doutrinas fundamentais das Escrituras.
9- Pregadores que não são aptos para ensinar.
10-  Pregadores arrogantes em suas posturas, falas e exposição.
11- Pregadores que falam mais de si mesmos, de suas conquistas, do que de Cristo e seu Reino.
12- Pregadores que se preocupam mais com a glória do seu nome, que a glória de Deus.

Pense nisso!

Renato Vargens



Nosso tempo tem sido marcado por pregadores de qualidade questionável. Na verdade, não são poucas as igrejas cujos pastores pregam palha. Infelizmente do Oiapoque ao Chui o que mais vemos são pregadores despreparados assumindo os púlpitos de suas igrejas. Na verdade, ouso afirmar que encontrar um bom pregador cuja teologia seja saudável é quase uma missão hercúlea. Confesso que estou cansado de ouvir pregações vazias, superficiais, materialistas, humanistas e triunfalistas, de gente que contraria totalmente o ensino bíblico. Para nossa vergonha,  o que mais se ouve em nossos púlpitos são expressões do tipo: "você vai obter vitória", "você é um vencedor", "tome posse da bênção", "use a palavra para trazer à existência as coisas que não existem", "determine, decrete, diga para o irmão que está ao seu lado e blá, blá, blá..."

Diante disto, resolvi escrever doze qualidades que percebemos num pregador que deve ser ouvido:

1-  Um pregador que deve ser ouvido é alguém que teve o ministério provado pelo tempo.

2- Um pregador que deve ser ouvido é alguém que conhece as Escrituras e as suas doutrinas fundamentais.

3- Um pregador que deve ser ouvido é um homem piedoso, que ama a Deus acima de todas as coisas e que zela pela verdade na exposição bíblica.

4- Um pregador que deve ser ouvido tem luz na mente e fogo no coração.

5- Um pregador que deve ser ouvido deve ser apto para ensinar.

6- Um pregador que deve ser ouvido é maduro espiritualmente e não se deixa levar pelos modismos do evangelicalismo moderno.

7- Um pregador que deve ser ouvido prega somente as Escrituras, rejeitando a pregação com ênfase em autoajuda 

8- Um pregador que deve ser ouvido proclama Cristo e a salvação por graça mediante a fé.

9- Um pregador que deve ser ouvido vive e prega para a glória de Deus.

10- Um pregador que deve ser ouvido não se deixa levar pelo evangelho utilitário e politicamente correto comum ao nosso tempo, antes pelo contrário, prega porque ama, a Deus, sua Palavra e aos perdidos. 

11- Um pregador que deve ser ouvido é alguém que possui uma vida de oração.

12- Um pregador que deve ser ouvido é alguém cujo estilo de vida é caracterizado por uma vida piedosa e santa.

Pense nisso!

Renato Vargens




O Seminário Martin Bucer é sem sombra de dúvidas um dos melhores do Brasil  e pela graça de Deus, os irmãos portugueses agora também poderão desfrutar deste relevante trabalho.  

Quer saber mais informações? Clique no link abaixo e conheça o curso de Estudos Avançados em Ministério Pastoral.

Vale a pena ressaltar que a ênfase deste curso será prática pastoral e que os professores selecionados além de experientes, são extremamente capacitados. 

Inscreva-se agora e faça parte da 1ª turma de 2017. Saiba mais: (aqui)

Recomendo!

Renato Vargens